Detalhes do café regional e a lembrancinha que eu preparei para a ocasião


Como eu prometi no último post, darei maiores detalhes sobre a confraternização que fizemos no grupo de Pilates. 

Escolhemos como tema um café regional. A maioria das meninas não bebia nada alcoólico, seja por causa da religião, seja porque estivesse de dieta ou porque fosse abstêmia por natureza. Então, dessa vez, as xícaras e bules funcionaram de verdade.

café regionalNão fosse pelos 5 metros de chita, eu diria que não comprei nada para ornamentar a mesa e a varanda. Minha casa já tem muitos itens regionais, naturalmente. Tudo o que fiz, foi realocá-los de seu lugar de origem para  a mesa de jantar.

As galinhas cangaceiras e as frutas de tecido migraram da cozinha para lá. Já a barca de cipó veio do centro da sala de estar.

café regional3

As estatuetas de ferro, deixaram a minha estante da sala, para posarem orgulhosas de ser nordestinas. O Guerreiro representado no chapéu do homem faz alusão expressa ao folclore alagoano.

O vasinho com cacto veio da mesinha da varanda. A neguinha de vestido estampado veio do meu gabinete. A escultura de madeira da retirante grávida com um pote da cabeça veio do mezanino. E assim por diante. Saí catando todos os enfeites que pudessem ser aproveitados no tema da reunião.

café regional2

Como a varanda já era naturalmente decorada nesse estilo, foi lá que resolvi nos instalar. Principalmente por ser mais ventilado e agradável. Coisa imprescindível numa noite quente de verão. Para complementar, apenas uma passadeira de filé sobre o aparador da sala de jantar que foi transferido para lá, para acomodar as lembrancinhas.

DSC01147

A mesa antes das comidinhas chegarem

DSC01155

DSC01158

E depois dos comes e bebes arrumados

DSC01179

Comes & bebes

Para acompanhar o café, pão de queijo, pastéis de carne moída, bolos regionais (de banana, de rolo, de massa puba e de batata doce), atolado de macaxeira com carne de sol e caldo verde.  Para quem estava bebendo, tijolinhos de tapioca com queijo coalho e mel de engenho. E para sobremesa: cartola (banana assada com queijo coalho e mel de engenho) e sorvete de tapioca.  Tudo delicioso e muito regional.

café regional - guloseimas

As lembrancinhas

Resolvemos também trocar lembrancinhas, que podiam ou não ser regionais.

DSC01237 

Três meninas se inspiraram no natal. A Polly levou bloquinhos de anotação com imagens de Papai Noel, a Marlete levou anjinhos de sabonete e a Alice levou um menino Jesus numa manjedoura. Já a Cida levou espelhinhos para colocar na bolsa e a Daíse levou pães de mel embrulhados num saquinho de chita. A Simone levou um jogo de raciocínio lógico, que me deixou louquinha, mas finalmente consegui tirar a bendita argola depois de meia hora de tentativas. Acho que as 6 taças de espumante que eu tomei devem ter adormecido pelos neurônios. hahaha

A menção especial vai para a Andréia, que resolveu presentear-nos com o livro recém publicado por sua filha, Nicole Marques, de apenas 11 anos! Sem dúvida alguma, uma lembrancinha muito peculiar e especial. 

A garota que queria escrever um livro está à venda, e quem se interessar pode contatar a Andréia Marques pelo facebook. Eu imagino o quanto ela deve estar contente com o resultado do livro, eu morreria de orgulho, em seu lugar!

DSC01235

 

Passo a passo da minha lembrancinha

      DSC01084 

A lembrancinha que eu entreguei foi algo voltado ao Pilates. Resolvi fazer uma coletânea de todos os CDs de relaxamento e meditação que eu tinha em casa. O passo a passo está descrito logo abaixo.

1. Convertendo CDs de música em MP3

Converti as músicas para o formato MP3, usando o Windows Media Player. Fiz isso, usando este tutorial aqui. 

2. Gravando um CD de dados

Uma vez convertidas as músicas escolhidas, gravei-as num CD, utilizando o programa Nero Express, na opção gravar um CD de dados. Aqui tem um passo a passo de como fazer isso. Não vejo por que reproduzi-lo.

3. Criando o envelope do CD

Depois dos CDs gravados, desmontei um envelope de CD que eu tinha em casa, para usá-lo como molde. Risquei e cortei este molde sobre papéis de scrap de cores variadas. Cortei usando tesoura mesmo, já que eram apenas 8 unidades.

Colei as abas laterais do envelope e pus o CD dentro.

4. Fazendo as etiquetas dedicatórias

Para finalizar a embalagem, cortei tags, usando um cortador manual para scrap. Escrevi uma pequena mensagem desejando paz e tranquilidade às minhas convidadas. Talvez porque fosse tudo do que mais eu estivesse precisando no momento.

DSC01079

A tag dizia:

“Podemos encontrar a paz de várias maneiras. Meditar, relaxar, praticar o bem, não guardar rancor e cultivar amizades são apenas alguns exemplos. Que este CD possa lhe trazer um pouco de paz e tranquilidade.”

 

DSC01087

5. Cortando imagens na silhouette

Na parte da frente da tag, eu resolvi colocar imagens de uma pessoa em posições de Pilates, já que tínhamos esse interesse em comum e a confraternização era do grupo de Pilates. 

image

Usei o mesmo arquivo que eu já tinha usado quando escrevi o post sobre os benefícios do pilates.

pilates

6. Convertendo um arquivo PNG em STUDIO, para utilizá-lo no software da silhouette

Para cortar as imagens, usei minha silhouette. Mas antes foi preciso converter o arquivo original (PNG) para o formato STUDIO, compatível com a máquina.

Foi graças a este magnífico e esclarecedor tutorial que eu consegui converter a imagem acima. Vocês não imaginam o quanto fiquei satisfeita com isso. É muito reconfortante e libertador saber que agora posso cortar tudo, absolutamente tudo o que eu desejar, sem depender de cartuchos ou arquivos pagos.  I love my silhouette!

Eu sabia que era possível fazer isso, mas ainda não tinha tido tempo para pesquisar a respeito, nem muita paciência para aprender a fazer todo o procedimento. Certas coisas é melhor fazer de cabeça fria, sem pressa.

7. Dicas de como reutilizar uma base de corte sem muitos gastos

Outra dica muito boa para as silhouette maníacas é que é possível reciclar a base de corte em casa. Vocês já devem ter percebido como os acessórios da silhouette são caros, não? A base de corte é um deles. As meninas da Die Cut & Cia prepararam um post exclusivo sobre como reciclar a base de corte usando a cola Spray Mount.

Eu demorei para encontrar essa cola. Só consegui pela internet. Mesmo assim, por um preço um tanto salgado, o que somado ao frete ficou mais salgado ainda. Só depois que eu já tinha comprado, foi que a Erika Menezes deu-me outra dica valiosa, que nos possibilita economizar ainda mais!

Ela me ensinou que dá para usar a cola permanente Acrilex, que custa cerca de 2 reais o potinho. Você passa com o pincel, vai colocando uma folha pra tirar a cola. Coloca e puxa, coloca e puxa, daí ela fica pegajosa igual à cola original.

Eu não digo que é conversando que a gente se entende? Quanto mais eu leio, mais vejo que nada sei sobre minha silhouette. Estou engatinhando ainda.

8. Como fazer sua base de corte em casa

Outra dica fabulosa que aprendi com a Erika é que dá para fabricar uma base de corte usando acetato de espessura aproximada à da base de corte original. Vejam só que belezura! Eu nunca imaginaria isso! Aqui em Maceió, já comprei acetato por metro na Felícia, mas imagino que em qualquer papelaria de vergonha é possível encontrar o produto.

Bom, dicas da silhouette dadas. Sigamos adiante.

9. Enfeitando o envelope do CD com fuxico e palhinha

Cortadas as imagens das “pilateiras”, colei-as sobre as tags usando fita adesiva dupla face de espuma (mais conhecida como fita banana). Para arrematar, um pequeno fuxico feito com chita e um lacinho de palhinha que também foram colados com a mesma fita.

DSC01075

Estou pensando em fazer uma versão natalina deste CD, para presentear as professoras de aulas adicionais das meninas (natação, handebol, dança, música, inglês, relações interpessoais, coordenação, orientação, a motorista da perua escolar, sua assistente etc. etc. etc.). E tudo em dobro, porque eu tenho duas filhas! É tanta gente que só fazendo uma lembrancinha mais acessível para não deixar ninguém de fora. 

Acho que dá para aproveitar até mesmo a chita que usei, já que seus tons lembram o natal. Nesse caso, faria os envelopes verdes ou vermelhos e cortaria imagens natalinas para as tags. Até já fiz a seleção musical. O que vocês acham?

Uma excelente semana e um cheiro bem grandão pra todo mundo!

Claudinha

    Postado por Feito a Mão em decoração,festas juninas,foto e scrap,fuxico,gráfico,leitura,natal,passo-a-passo,presente | Comentários (33)

    Café com as amigas


    Eu amo meu trabalho, por isso não gosto de reclamar quando as coisas estão complicadas. Sou da opinião que só tem problemas de trabalho quem tem trabalho. Então, é dar graças a Deus por não estar desempregada, arregaçar as mangas e respirar fundo, que todo sufoco é passageiro.

    Só que tem horas que não consigo ser tão evoluída. Deixo-me contagiar pelo estresse, fico amuada, com enxaqueca, com insônia, bloqueada. Quando isso acontece, o melhor remédio é tentar descontrair nas poucas horas vagas que me restam.

    Desde que voltei do chá das flores, que a Katinha fez em sua casa, voltei diferente. Era perceptível a mudança. Estava mais leve, mais alegre, mais satisfeita. Naquela ocasião, uma pessoa a quem estimo me disse para registrar a sensação e não esquecê-la, quando a roda gigante da vida girasse. Sim, porque, na vida, uma das certezas que podemos ter é que se numa hora estamos por cima, na seguinte estaremos por baixo. É preciso não esquecer que nada é eterno.

    Eu tenho gostado muito de fazer pilates. Me encontrei fazendo isso. Até já fiz um post falando sobre os benefícios que percebi em minha vida depois que comecei a praticá-lo. Mas não é apenas o exercício que me faz bem.

    O grupo do Pilates, ou melhor, os grupos – já que faço em dois horários diferentes – são muito bons. A maioria das garotas eu já conhecia de outras épocas e locais.

    A Marlete, por exemplo, é casada com um primo meu. A Alice trabalha comigo. A Pollyana foi minha colega nos tempos de Crisma, na Igreja São Pedro, e fizemos faculdade juntas. A Simone também foi nossa contemporânea nos bancos de Direito da UFAL. A Andréia é mãe de uma coleguinha de escola da Clarinha e esposa de um colega de faculdade de Mário. A Cida é irmã de uma ex-colega de trabalho de Mário e a Daíse é a nossa instrutora querida.

    Não foi difícil me sentir à vontade e íntima em meio a um grupo tão seleto como este. Bem que dizem que Maceió é um ovo!

    Pois bem. Basta somar um mais um. Estava eu tão cansada com o excesso de trabalho e de responsabilidades, tão saudosa da experiência que tive no chá das flores que sugeri uma confraternização de final de ano com as amigas do Pilates.

    meninas
    Sentadas, da esquerda para a direita, Simone, Cida, Andréia e Marlete.
    Atrás, em pé, Alice, Pollyana e Daíse.

     

    eu e as meninas
    Agora, a mesma foto, comigo, sem Andréia

     

    Quer motivo melhor para reunir algumas amigas e fazer uma tarde de terapia de grupo? A ideia germinou rapidamente. Ofereci minha casa e dividimos o cardápio. Farei um post sobre os detalhes em seguida.

    Por enquanto, gostaria de compartilhar um texto magnífico que recebi por e-mail de uma amiga querida, tudo a ver com esse momento que estou vivendo. Não sei se a autoria está corretamente creditada, nem se o conteúdo é autêntico, mas a mensagem é muito especial.

    CAFÉ COM AMIGAS
    Palestra de Chefe de Psiquiatria da Universidade Stanford

    *A Relação entre o Corpo e a Alma, Stress e Desconforto Físico *

    No final de uma palestra o palestrante apontou, entre outras coisas, que os estudos mostram que uma das melhores coisas que um homem pode fazer por sua saúde é se casar com uma mulher. O casamento aumenta a longevidade e o bem-estar pessoal do homem.

    E sobre a mulher? O palestrante apontou dado surpreendente – a mulher, por sua saúde, precisa cultivar seus relacionamentos com suas amigas!

    No início, essa declaração provocou risos na plateia, mas o professor falou muito a sério. Estudos realizados mostram que as mulheres se conectam de maneira diferente dos homens e fornecem outros sistemas de apoio que as ajudam a lidar com experiências estressantes e difíceis em suas vidas. “Tempo de Amigas” é muito significativo no nível fisiológico, ajuda a produzir mais serotonina (um neurotransmissor) que auxilia no combate à depressão e cria um sentimento geral de bem-estar e um sentimento positivo.

    As mulheres tendem a compartilhar seus sentimentos, enquanto os homens geralmente se conectam em torno de tarefas. Eles raramente se sentam com um amigo falando sobre como se sentem sobre algo, ou como está sua vida pessoal. Trabalho? Sim! Esportes? Sim!, Carros? Sim! Mas os seus sentimentos? Apenas raramente. As mulheres fazem isso o tempo todo. Elas compartilham sentimentos e emoções das profundezas de suas almas com suas amigas, e parece que isso realmente contribui para a sua própria saúde.

    O conferencista acrescentou, sublinhando que o tempo gasto com amigas é tão importante para a saúde das mulheres como correr ou trabalhar no ginásio. De fato, há uma tendência a se pensar que é quando nos envolvemos com alguma atividade física que estamos fazendo algo de bom para o nosso corpo, enquanto que quando falamos com as nossas amigas, nós “desperdiçamos” o tempo em vez de fazer algo mais produtivo. Então, provavelmente, isso não é verdade.  Na verdade, o orador salientou que não criar e manter relacionamentos de qualidade com outras pessoas prejudica a nossa saúde física, “pelo menos, como o fumo!”

    Portanto, cada vez que nós (as mulheres, é claro) sentamos para conversar com uma amiga, é importante congratular-nos de que estamos fazendo algo benéfico para a nossa saúde. Na verdade, nós somos sortudas!

    Nossa amizade é muito essencial para nossa saúde!

    *Tim-Tim ao café com as minhas amigas!*

    DSC01181

    Uma ótimo final de semana a todos!

    Claudinha

      Postado por Feito a Mão em conversa fiada,saúde | Comentários (4)

      Bolo de maçã com aveia


      bolo de aveia com maçã

      Por mais cuidado que eu tenha com alimentação das crianças, o fator genético falou mais alto. Clarinha, apesar de seus 32kg, no auge de seus quase 11 anos, está com 279 de LDL!

      Como montar uma dieta de baixo colesterol para alguém que já é tão franzino? Cortar tudo o que aumenta o colesterol é também cortar quase tudo o que engorda. O que, para ela, não é uma boa ideia.

      Além do fator hereditário (a família de meu marido tem casos registrados de LDL acima de 1.000!), Clarinha está fazendo reposição hormonal para crescimento. Os hormônios interferem na produção do colesterol.

      A menina já pratica handebol, natação e educação física. Então, quanto à atividade física, não há o que inventar mais. Já quanto à alimentação… Somos o que comemos, não é verdade?

      Enquanto aguardo a consulta que marquei com uma nutróloga, andei pesquisando sobre alimentos que baixam o colesterol, seja porque evitam que ele seja absorvido, seja porque evitam que ele oxide, seja porque aumentam os níveis do HDL (colesterol bom).

      Resolvi inventar receitinhas que contenham tais ingredientes para que ela os coma, sem muito sacrifício. Foi então que nasceu esse bolo de maçã com aveia.

      A receita foi adaptada daquele bolo de banana sem lactose, lembram?

      Como a maçã tem mais água que a banana, reduzi a quantidade de óleo original e troquei metade da farinha de rosca por aveia, que tem a característica de absorver umidade em qualquer receita. Por isso os pães que levam aveia são, geralmente, mais secos.

      Além disso, troquei o óleo comum por óleo de canola e acrescentei canela e noz moscada. Vamos à receita final?

      Bolo de maçã com aveia – para baixar  colesterol

      Ingredientes:

      2 maçãs com casca, picadas, sem sementes*

      150 ml de óleo de canola ou girassol**

      2 xícaras (chá) de açúcar demerara ou mascavo

      4 ovos grandes inteiros

      1 1/2 xícara (chá) de farinha de rosca

      1 1/2 xícara (chá) de aveia em flocos***

      1 colher de sopa de fermento

      1 colher (chá) rasa de canela

      1/2 colher (café) de noz moscada ralada

       

      Bolo de maçã e aveia

      Modo de fazer:

      Bata bem os 4 primeiros ingredientes no liquidificador. Depois misture a farinha de rosca com a aveia e, por último, o fermento, numa tigela à parte.

      Leve ao forno médio, preaquecido, em forma untada e polvilhada com farinha de rosca, por 30 a 40 minutos.

      Depois de assado, polvilhe açúcar refinado e canela.

      Se quiser, pode acrescentar fatias de maçã na massa.

      bolo de maçã com aveia

      Este bolo fica muito saboroso! Quase que as meninas não me deixaram congelar as fatias individuais, como fiz aqui. Fica úmido, macio e delicado. Lembra a textura de um bolo de cenoura.

      Congelei a metade do bolo em fatias individuais, para assegurar alguns lanches nutritivos. A outra metade voou rapidinho em menos de 24 horas. Considerando que não era um bolo de chocolate, foi um recorde aqui em casa!

      Se inventar ou descobrir outras receitas legais e funcionais como esta, volto aqui pra compartilhar com vocês. E se vocês tiverem outras dicas legais de pratos nutritivos e “atrativos” para crianças, por favor, eu agradeço muito se as dividirem comigo!

      Não é fácil convencer crianças maiores a reeducarem seu paladar. Quem tiver seus filhos, acostume-os desde bebês a comer corretamente. Depois que eles conhecem arroz, macarrão  e pão branco, fica tão difícil fazê-los gostar dos integrais!

      Um cheiro enorme,

      Claudinha

      ___

      *Maçã é rica em fibras solúveis e contém altas doses de flavonoides e antioxidantes que reduzem o colesterol no sangue.

      **Óleos vegetais de canola e girassol são ricos em fitoesteróis, substâncias que barram a absorção de gordura da dieta, o que favorece a redução do colesterol.

      ***Aveia contém uma fibra que auxilia na redução do colesterol LDL. Consumir 3g dessa fibra pode reduzir em até 20% o colesterol total.

      Dados retirados do Portal IG. Para saber mais, leia este artigo sobre 20 alimentos que diminuem o colesterol.

        Postado por Feito a Mão em culinária,educando filhos,saúde | Comentários (22)

        Filetino ao shimeji


        Meu marido não quis comemorar seu aniversário. Ele nunca quer. É tímido, não gosta de badalação nem de muita gente reunida. Não é à toa que nos juntamos, somos muito diferentes nesse aspecto e creio que temos muito a acrescentar um ao outro.  Seu pedido foi que eu fizesse um almocinho especial para nós quatro, apenas, sem convidado algum. Sem nenhuma outra exigência específica!

        As pessoas são diferentes e têm diferentes visões do que seria a forma perfeita de concluir mais um ciclo de vida. A maneira de Mário é ficando quieto e o mais reservado possível. Respeitei sua vontade.

        A minha escolha foi um prato de carne vermelha, já que ele vinha numa dieta com baixo teor de ferro há tanto tempo e somente agora seus níveis de ferritina ficaram aceitáveis. Seu hematologista liberou comer carne duas vezes por semana. Que ocasião seria mais especial que seu aniversário para matar as saudades?

        Filetino ao shimeji (para 2 adultos e 2 crianças)

        Filetino ao shimeji

        400g de filé em tirinhas

        2 a 3 colheres (sopa) de manteiga sem sal

        sal e pimenta do reino moída a gosto

        1 bandeja de shimeji fresco

        1 cebola em tirinhas finas (à Julienne)

        3 colheres (sopa) de shoyu

        1 lata de creme de leite light com soro e tudo

        Derreta 1 colher de manteiga numa frigideira. Quando estiver bem quente, acrescente a carne fatiada, aos poucos, para não juntar líquido. Depois de frita, tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Reserve e mantenha em local aquecido.

        Na mesma frigideira em que fritou a carne, refogue a cebola com o restante da manteiga. Quanto estiver murcha, junte o shimeji, mexendo sempre, para limpar o caldo da carne que ficou grudado na panela com uma espátula de silicone ou colher de pau.

        Junte o shoyu e aguarde o shimeji desidratar um pouco, não espere demais para ele também não murchar. Ele deve permanecer firme. Retorne a carne reservada à frigideira, misturando bem. Acrescente o creme de leite e ajuste o sal, se precisar.

        Sirva acompanhando massas ou legumes com salada verde.

        Boa semana a todos!

         

        Claudinha

          Postado por Feito a Mão em culinária | Comentários (16)

          Inspiração para festinha de formatura do ABC


          Minha filha caçula está para concluir a antiga alfabetização, hoje primeiro ano. Com a proximidade de sua formatura no ABC, andei pesquisando algumas ideias para incrementar sua festinha.

          Como tenho recebido e-mails e comentários de outras mães que estão na mesma fase, resolvi compartilhar algumas das melhores ideias que já selecionei.

          Todas as fotos abaixo estão vinculadas à URL original. Basta clicar sobre cada uma delas para chegar até o site que as produziu ou divulgou.

          Kits digitais

          Selecionei alguns kits digitais para utilização em convites, personalizados, tags, customização de lembrancinhas etc. Pois, a partir do kit escolhido, farei a identidade visual da festa.

          MG – Mygrafico Digital Arts & Craft Store

          BDbaseballOi_Back_to_school

          GAFbacktoschoolrevidevi_OwlSchoolArtPartykellymedina_backtoschool_preview    

          Armazém Criativo

          eb3a1bf1a5421f8d1e3dd1526f829380_image_400x400cd93ec4e6d3e549da4633a966487d389_image_400x400

          Just so Scrappy

          7f2e46db27d5f8f8135fe5a4aa885ec2_image_300x300  

           

          Moldes para usar na silhouette

          Como tenho notado que muitas de vocês possuem uma silhouette, separei alguns modelos de cortes que poderão ser aplicados em caixas de docinhos, lembrancinhas e marcadores de livros (que muito bem podem servir de lembrancinhas ou até mesmo de convites).

           image

           

          image

           

          image image image image

          De onde vieram esses, tem muito mais. Aqui.

           

          Inspiração para decoração da mesa

          Geralmente a escola promove uma festa coletiva. Mas justamente por ser coletiva, muitas vezes recebemos pouquíssimas senhas. Minha família é muito grande e nem todos poderão comparecer às comemorações oficiais, por causa da limitação de número de convidados. Estou pensando em preparar um pequeno jantar, com uma bela mesa temática de doces, logo após as solenidades da formatura. As ideias abaixo servem de inspiração

          Party Pinching

          cache_3360049104

          Amy Atlas 

          Nesta mesa o que mais me chamou a atenção foram os cupcakes e os cakepops. Tem muito mais fotos no site original.

           

          FREEBIES

          Além dos kits digitais, selecionei também alguns freebies, para aquelas que ainda não têm muita familiaridade com programas de edição de imagem. Os freebies já vêm prontos para impressão.

          Back to School Party and Printable Goodies – Bird’s Craft

          back to school party printables party

          E por falar em freebies, o Living Locurto relacionou mais de 50 printables totalmente grátis, todos relacionados ao tema volta às aulas, que pode muito bem ser adaptado a uma festinha de formatura de pré-escola.

          Back-to-School-Free-Printables

          Sobre volta às aulas, o The Celebration Shoppe tem mais de 5 páginas, todas com ótimas ideias adaptáveis à realidade brasileira, como esta da foto abaixo. 

          Back-To-School-Elmers-Glue-Craft-170x300

          E o que dizer desta festa linda, retirada do Hostess with the Mostess?

          photo_85838_view_album_large

          book-exchange-dessert-table 

          Guloseimas

          O site da Bakerella tem sempre ideias criativas e originais. Recentemente eu comprei seu livro sobre cakepops e fiquei impressionada com sua capacidade de utilizar elementos do nosso cotidiano em situações diferentes daquelas para as quais foram projetados.

          Esse pencil push up pops é um bom exemplo disso. Já vi desses injetores por aqui no Brasil, mas nunca pensaria em transformá-los em lápis! Clique na foto para chegar ao passo a passo (em inglês).

          7723058332_f1289ff81c_o

          Do mesmo site, são também os apple cake pops e os capelos de formatura abaixo. Tudo a ver com o tema pré-escola.

          3806069939_3c4c926605_o 

          3498563887_f49f61103a

          Quem tiver dificuldades com o inglês, pode se valer do google tradutor.

          Essas foram as ideias que eu selecionei. Se vocês tiverem outras a acrescentar, agradeceria se colocassem o link nos comentários. Além de me ajudar, ajudariam a muitas outras mamães que estão querendo fazer algo personalizado e caprichado para esta que é uma das ocasiões mais especiais da primeira infância.

          Boa semana a todos!

          Cláudia

            Postado por Feito a Mão em cupcakes,decoração,digital scrapbooking,Faça a festa você mesma,festa infantil | Comentários (29)