Archive for the 'decoração' Category

A formatura do ABC da minha pequena


Recebi um e-mail da leitora querida, Luciana Sayão, estranhando minha ausência. Foi só aí que percebi que já fazia mais de duas semanas que eu não aparecia por aqui! Nem me dei conta de que já tinha passado tanto tempo.

Estive tão ocupada com outros projetos que mal tive tempo de respirar. Dormir mais de 5 horas por noite, então? Puro luxo!

Vocês já sabem o quanto o mês de dezembro pode ser corrido para qualquer um, não? Imagine se o sujeito ainda abraça outros compromissos além daqueles normais dessa época? E eu, quando me comprometo com algo, vou até o fim.

Minha caçula concluiu sua primeira etapa discente: formou-se no ABC no último dia 13. Eu me voluntariei para elaborar as lembrancinhas da turma e montar a arte para imprimir na camiseta que a turminha usou na festa do buffet.

Além disso, fiz uma vídeo retrospectiva com fotos tiradas desde o primeiro dia de aula na pré-escola. O trabalho maior foi coletar as fotos junto a todas as mães e agrupá-las de acordo com o ano e ocasião.

Foi o suficiente para me manter ocupada por uns 15 dias, pelo menos. É uma pena que eu não possa compartilhar o resultado final, por questões de segurança, já que na maioria das fotos as crianças estão de farda.

Resolvi fazer uma lembrancinha simples, que tivesse a ver com o momento comemorado. Pensei em montar um kit de material escolar e acabei optando por um kit de pintura, que servirá para entreter as crianças durante as férias. O kit foi composto por uma tela e um estojo de aquarela com pincel.

ABC

O diferencial ficou por conta da embalagem, feita nos tons da festa (e da etiqueta nominal, criada com o kit School Days, da Just so Scrappy. Embalei com saco plástico transparente, uma folha de papel seda amassado e um laço de fita TNT. Os meninos receberam a embalagem na cor azul.

Usei o mesmo kit para fazer a arte das camisetas que as crianças usaram no salão de festas, dois dias após as solenidades oficiais.

abc2 (Borrei o logo da escola, de propósito).

 

A decoração da mesa do buffet já estava inclusa no pacote e foi muito feliz na escolha dos tons. A combinação ficou alegre e cheia de vida.

abc3 A mesa foi montada pelo pessoal da Criativitá.

 

Acima da mesa, o telão exibia a vídeo retrospectiva durante toda a festa.

abc4Detalhes: cupcakes e bolo temático. Mesas dos convidados com capas de cadeiras coloridas e vista geral do salão.

 

Para identificar cada mesa, um display com fotos do “formando”:

abc5

E foi por isso que estive ausente. Vocês me perdoam?

Para encerrar o post de hoje, gostaria de compartilhar uma linda música do Toquinho, que me faz pensar no quanto o tempo passa rápido! Parece que foi ontem que eu fazia o post da formatura do ABC da Clarinha! Agora é fato: eu não tenho mais filha nenhuma na pré-escola! Sei não se estou preparada para isso…

 

Na segunda eu volto, com meus votos de um feliz natal.  Preciso agradecer a companhia de vocês durante mais um ano de existência do blog com todo o carinho de que sou capaz. Não dá pra misturar os assuntos. Até lá!

Cheiro enorme pra todo mundo e um ótimo final de semana!

Claudinha

 

___

Para saber mais:

Como fazer uma vídeo retrospectiva

Digital scrapbooking para iniciantes

    posted by Feito a Mão in centro de mesa,decoração,digital scrapbooking,festa infantil,foto e scrap and have Comentários (18)

    Detalhes do café regional e a lembrancinha que eu preparei para a ocasião


    Como eu prometi no último post, darei maiores detalhes sobre a confraternização que fizemos no grupo de Pilates. 

    Escolhemos como tema um café regional. A maioria das meninas não bebia nada alcoólico, seja por causa da religião, seja porque estivesse de dieta ou porque fosse abstêmia por natureza. Então, dessa vez, as xícaras e bules funcionaram de verdade.

    café regionalNão fosse pelos 5 metros de chita, eu diria que não comprei nada para ornamentar a mesa e a varanda. Minha casa já tem muitos itens regionais, naturalmente. Tudo o que fiz, foi realocá-los de seu lugar de origem para  a mesa de jantar.

    As galinhas cangaceiras e as frutas de tecido migraram da cozinha para lá. Já a barca de cipó veio do centro da sala de estar.

    café regional3

    As estatuetas de ferro, deixaram a minha estante da sala, para posarem orgulhosas de ser nordestinas. O Guerreiro representado no chapéu do homem faz alusão expressa ao folclore alagoano.

    O vasinho com cacto veio da mesinha da varanda. A neguinha de vestido estampado veio do meu gabinete. A escultura de madeira da retirante grávida com um pote da cabeça veio do mezanino. E assim por diante. Saí catando todos os enfeites que pudessem ser aproveitados no tema da reunião.

    café regional2

    Como a varanda já era naturalmente decorada nesse estilo, foi lá que resolvi nos instalar. Principalmente por ser mais ventilado e agradável. Coisa imprescindível numa noite quente de verão. Para complementar, apenas uma passadeira de filé sobre o aparador da sala de jantar que foi transferido para lá, para acomodar as lembrancinhas.

    DSC01147

    A mesa antes das comidinhas chegarem

    DSC01155

    DSC01158

    E depois dos comes e bebes arrumados

    DSC01179

    Comes & bebes

    Para acompanhar o café, pão de queijo, pastéis de carne moída, bolos regionais (de banana, de rolo, de massa puba e de batata doce), atolado de macaxeira com carne de sol e caldo verde.  Para quem estava bebendo, tijolinhos de tapioca com queijo coalho e mel de engenho. E para sobremesa: cartola (banana assada com queijo coalho e mel de engenho) e sorvete de tapioca.  Tudo delicioso e muito regional.

    café regional - guloseimas

    As lembrancinhas

    Resolvemos também trocar lembrancinhas, que podiam ou não ser regionais.

    DSC01237 

    Três meninas se inspiraram no natal. A Polly levou bloquinhos de anotação com imagens de Papai Noel, a Marlete levou anjinhos de sabonete e a Alice levou um menino Jesus numa manjedoura. Já a Cida levou espelhinhos para colocar na bolsa e a Daíse levou pães de mel embrulhados num saquinho de chita. A Simone levou um jogo de raciocínio lógico, que me deixou louquinha, mas finalmente consegui tirar a bendita argola depois de meia hora de tentativas. Acho que as 6 taças de espumante que eu tomei devem ter adormecido pelos neurônios. hahaha

    A menção especial vai para a Andréia, que resolveu presentear-nos com o livro recém publicado por sua filha, Nicole Marques, de apenas 11 anos! Sem dúvida alguma, uma lembrancinha muito peculiar e especial. 

    A garota que queria escrever um livro está à venda, e quem se interessar pode contatar a Andréia Marques pelo facebook. Eu imagino o quanto ela deve estar contente com o resultado do livro, eu morreria de orgulho, em seu lugar!

    DSC01235

     

    Passo a passo da minha lembrancinha

          DSC01084 

    A lembrancinha que eu entreguei foi algo voltado ao Pilates. Resolvi fazer uma coletânea de todos os CDs de relaxamento e meditação que eu tinha em casa. O passo a passo está descrito logo abaixo.

    1. Convertendo CDs de música em MP3

    Converti as músicas para o formato MP3, usando o Windows Media Player. Fiz isso, usando este tutorial aqui. 

    2. Gravando um CD de dados

    Uma vez convertidas as músicas escolhidas, gravei-as num CD, utilizando o programa Nero Express, na opção gravar um CD de dados. Aqui tem um passo a passo de como fazer isso. Não vejo por que reproduzi-lo.

    3. Criando o envelope do CD

    Depois dos CDs gravados, desmontei um envelope de CD que eu tinha em casa, para usá-lo como molde. Risquei e cortei este molde sobre papéis de scrap de cores variadas. Cortei usando tesoura mesmo, já que eram apenas 8 unidades.

    Colei as abas laterais do envelope e pus o CD dentro.

    4. Fazendo as etiquetas dedicatórias

    Para finalizar a embalagem, cortei tags, usando um cortador manual para scrap. Escrevi uma pequena mensagem desejando paz e tranquilidade às minhas convidadas. Talvez porque fosse tudo do que mais eu estivesse precisando no momento.

    DSC01079

    A tag dizia:

    “Podemos encontrar a paz de várias maneiras. Meditar, relaxar, praticar o bem, não guardar rancor e cultivar amizades são apenas alguns exemplos. Que este CD possa lhe trazer um pouco de paz e tranquilidade.”

     

    DSC01087

    5. Cortando imagens na silhouette

    Na parte da frente da tag, eu resolvi colocar imagens de uma pessoa em posições de Pilates, já que tínhamos esse interesse em comum e a confraternização era do grupo de Pilates. 

    image

    Usei o mesmo arquivo que eu já tinha usado quando escrevi o post sobre os benefícios do pilates.

    pilates

    6. Convertendo um arquivo PNG em STUDIO, para utilizá-lo no software da silhouette

    Para cortar as imagens, usei minha silhouette. Mas antes foi preciso converter o arquivo original (PNG) para o formato STUDIO, compatível com a máquina.

    Foi graças a este magnífico e esclarecedor tutorial que eu consegui converter a imagem acima. Vocês não imaginam o quanto fiquei satisfeita com isso. É muito reconfortante e libertador saber que agora posso cortar tudo, absolutamente tudo o que eu desejar, sem depender de cartuchos ou arquivos pagos.  I love my silhouette!

    Eu sabia que era possível fazer isso, mas ainda não tinha tido tempo para pesquisar a respeito, nem muita paciência para aprender a fazer todo o procedimento. Certas coisas é melhor fazer de cabeça fria, sem pressa.

    7. Dicas de como reutilizar uma base de corte sem muitos gastos

    Outra dica muito boa para as silhouette maníacas é que é possível reciclar a base de corte em casa. Vocês já devem ter percebido como os acessórios da silhouette são caros, não? A base de corte é um deles. As meninas da Die Cut & Cia prepararam um post exclusivo sobre como reciclar a base de corte usando a cola Spray Mount.

    Eu demorei para encontrar essa cola. Só consegui pela internet. Mesmo assim, por um preço um tanto salgado, o que somado ao frete ficou mais salgado ainda. Só depois que eu já tinha comprado, foi que a Erika Menezes deu-me outra dica valiosa, que nos possibilita economizar ainda mais!

    Ela me ensinou que dá para usar a cola permanente Acrilex, que custa cerca de 2 reais o potinho. Você passa com o pincel, vai colocando uma folha pra tirar a cola. Coloca e puxa, coloca e puxa, daí ela fica pegajosa igual à cola original.

    Eu não digo que é conversando que a gente se entende? Quanto mais eu leio, mais vejo que nada sei sobre minha silhouette. Estou engatinhando ainda.

    8. Como fazer sua base de corte em casa

    Outra dica fabulosa que aprendi com a Erika é que dá para fabricar uma base de corte usando acetato de espessura aproximada à da base de corte original. Vejam só que belezura! Eu nunca imaginaria isso! Aqui em Maceió, já comprei acetato por metro na Felícia, mas imagino que em qualquer papelaria de vergonha é possível encontrar o produto.

    Bom, dicas da silhouette dadas. Sigamos adiante.

    9. Enfeitando o envelope do CD com fuxico e palhinha

    Cortadas as imagens das “pilateiras”, colei-as sobre as tags usando fita adesiva dupla face de espuma (mais conhecida como fita banana). Para arrematar, um pequeno fuxico feito com chita e um lacinho de palhinha que também foram colados com a mesma fita.

    DSC01075

    Estou pensando em fazer uma versão natalina deste CD, para presentear as professoras de aulas adicionais das meninas (natação, handebol, dança, música, inglês, relações interpessoais, coordenação, orientação, a motorista da perua escolar, sua assistente etc. etc. etc.). E tudo em dobro, porque eu tenho duas filhas! É tanta gente que só fazendo uma lembrancinha mais acessível para não deixar ninguém de fora. 

    Acho que dá para aproveitar até mesmo a chita que usei, já que seus tons lembram o natal. Nesse caso, faria os envelopes verdes ou vermelhos e cortaria imagens natalinas para as tags. Até já fiz a seleção musical. O que vocês acham?

    Uma excelente semana e um cheiro bem grandão pra todo mundo!

    Claudinha

      posted by Feito a Mão in decoração,festas juninas,foto e scrap,fuxico,gráfico,leitura,natal,passo-a-passo,presente and have Comentários (33)

      Inspiração para festinha de formatura do ABC


      Minha filha caçula está para concluir a antiga alfabetização, hoje primeiro ano. Com a proximidade de sua formatura no ABC, andei pesquisando algumas ideias para incrementar sua festinha.

      Como tenho recebido e-mails e comentários de outras mães que estão na mesma fase, resolvi compartilhar algumas das melhores ideias que já selecionei.

      Todas as fotos abaixo estão vinculadas à URL original. Basta clicar sobre cada uma delas para chegar até o site que as produziu ou divulgou.

      Kits digitais

      Selecionei alguns kits digitais para utilização em convites, personalizados, tags, customização de lembrancinhas etc. Pois, a partir do kit escolhido, farei a identidade visual da festa.

      MG – Mygrafico Digital Arts & Craft Store

      BDbaseballOi_Back_to_school

      GAFbacktoschoolrevidevi_OwlSchoolArtPartykellymedina_backtoschool_preview    

      Armazém Criativo

      eb3a1bf1a5421f8d1e3dd1526f829380_image_400x400cd93ec4e6d3e549da4633a966487d389_image_400x400

      Just so Scrappy

      7f2e46db27d5f8f8135fe5a4aa885ec2_image_300x300  

       

      Moldes para usar na silhouette

      Como tenho notado que muitas de vocês possuem uma silhouette, separei alguns modelos de cortes que poderão ser aplicados em caixas de docinhos, lembrancinhas e marcadores de livros (que muito bem podem servir de lembrancinhas ou até mesmo de convites).

       image

       

      image

       

      image image image image

      De onde vieram esses, tem muito mais. Aqui.

       

      Inspiração para decoração da mesa

      Geralmente a escola promove uma festa coletiva. Mas justamente por ser coletiva, muitas vezes recebemos pouquíssimas senhas. Minha família é muito grande e nem todos poderão comparecer às comemorações oficiais, por causa da limitação de número de convidados. Estou pensando em preparar um pequeno jantar, com uma bela mesa temática de doces, logo após as solenidades da formatura. As ideias abaixo servem de inspiração

      Party Pinching

      cache_3360049104

      Amy Atlas 

      Nesta mesa o que mais me chamou a atenção foram os cupcakes e os cakepops. Tem muito mais fotos no site original.

       

      FREEBIES

      Além dos kits digitais, selecionei também alguns freebies, para aquelas que ainda não têm muita familiaridade com programas de edição de imagem. Os freebies já vêm prontos para impressão.

      Back to School Party and Printable Goodies – Bird’s Craft

      back to school party printables party

      E por falar em freebies, o Living Locurto relacionou mais de 50 printables totalmente grátis, todos relacionados ao tema volta às aulas, que pode muito bem ser adaptado a uma festinha de formatura de pré-escola.

      Back-to-School-Free-Printables

      Sobre volta às aulas, o The Celebration Shoppe tem mais de 5 páginas, todas com ótimas ideias adaptáveis à realidade brasileira, como esta da foto abaixo. 

      Back-To-School-Elmers-Glue-Craft-170x300

      E o que dizer desta festa linda, retirada do Hostess with the Mostess?

      photo_85838_view_album_large

      book-exchange-dessert-table 

      Guloseimas

      O site da Bakerella tem sempre ideias criativas e originais. Recentemente eu comprei seu livro sobre cakepops e fiquei impressionada com sua capacidade de utilizar elementos do nosso cotidiano em situações diferentes daquelas para as quais foram projetados.

      Esse pencil push up pops é um bom exemplo disso. Já vi desses injetores por aqui no Brasil, mas nunca pensaria em transformá-los em lápis! Clique na foto para chegar ao passo a passo (em inglês).

      7723058332_f1289ff81c_o

      Do mesmo site, são também os apple cake pops e os capelos de formatura abaixo. Tudo a ver com o tema pré-escola.

      3806069939_3c4c926605_o 

      3498563887_f49f61103a

      Quem tiver dificuldades com o inglês, pode se valer do google tradutor.

      Essas foram as ideias que eu selecionei. Se vocês tiverem outras a acrescentar, agradeceria se colocassem o link nos comentários. Além de me ajudar, ajudariam a muitas outras mamães que estão querendo fazer algo personalizado e caprichado para esta que é uma das ocasiões mais especiais da primeira infância.

      Boa semana a todos!

      Cláudia

        posted by Feito a Mão in cupcakes,decoração,digital scrapbooking,Faça a festa você mesma,festa infantil and have Comentários (29)

        A Festinha da Matrioska


         

        41 Foto: Michel Rios

        No sábado passado, comemoramos o 7º aniversário de nossa caçulinha, uma semana depois da data oficial, por conta do calendário eleitoral. Quem mandou a danada nascer no final de semana do segundo turno?

        Foi uma festinha íntima, para os amiguinhos da escola, os avós, tios e priminhos. Muitas crianças faltaram, por conta do feriadão, o que foi realmente uma pena. Mas os poucos presentes animaram a festa de tal maneira que posso dizer que a ausência dos demais só foi sentida na hora em que a aniversariante estava para dormir.

        Eu não consegui postar os preparativos dessa festinha em tempo real, como fiz das outras vezes. Meu chefe teve problemas de saúde e tive de substituí-lo nas duas semanas que antecederam o evento. Resultado, trabalhando por dois, chegava em casa muito cansada, mal sobrava energia para conseguir terminar os preparativos. Fotografar e postar, então, era impossível.

        42

        Foto: Michel Rios

        Tive de simplificar e eliminar alguns projetos que estavam em minha mente por pura falta de tempo e de energia para executá-los. Como faço tudo sozinha, fica muito difícil concentrar todas essas atividades nos poucos dias que antecedem a festinha. Queria, por exemplo, ter feito macarons, ou ter conseguido executar os cakepops   em formato de matrioskas, mas nada disso foi possível.

        Fazer o quê? Eu sou uma só. E, para dizer a verdade, pelo tanto de comida que sobrou, teria sido mais um desperdício. Preciso urgentemente reelaborar a previsão das minhas quantidades. A cada festa sobra mais e mais comida. Das duas uma: ou meus convidados estão de dieta, ou tenho exagerado na dosagem.

        Quando optei pelo tema matrioskas, achava, inocentemente, que seria um tema inexplorado. Doce ilusão. Basta dedicar alguns minutos no google que qualquer um encontrará lindas ideias inspiradoras e contagiantes. Festas grandes, pequenas, simples ou luxuosas. Tem para todo estilo e bolso.

        45 Foto: Michel Rios

        A mim, me encantam as festas pequenas, em casa de preferência. Assim como as ideias simples, que possam ser executadas rapidamente, sem grandes custos ou malabarismos. Vocês encontrarão muitas dessas ideias que pesquei por aí a fora nas fotos abaixo. Ao final do post, eu coloquei os links que mais me inspiraram, para que vocês possam conferi-los por conta própria.

        Painel

        DSC00857

        Vamos começar pelo painel. Eu resolvi usar as matrioskas do mesmo kit digital que usei para fazer os convites da festinha, num painel feito em papel A3, couchê de 230 de gramatura. Mandei imprimir numa gráfica rápida, a laser.

        46 Foto: Michel Rios

        Gostei do resultado. Ao lado do painel coloquei enfeites coloridos de papel que comprei na Luisa Festas. Práticos e fáceis de instalar.

        Decididamente, eu aboli os balões nas comemorações aqui em casa. Fica tão mais fácil de limpar tudo no fim da festa! Sem falar que é ecologicamente mais correto e economicamente mais viável. Como minha casa tem amplas varandas, nunca conseguia enfeitá-la com menos de 4,5 mil balões! Para ver tudo no lixo depois…

        Bolo

        31 Foto: Michel Rios

        O bolo foi feito pela Fabiana Correia, do Cakkes, como tem acontecido nos últimos anos. Adoro a massa, os recheios e a decoração da Fabi. O topo do bolo foi feito pela talentosa Ana Carolina Rego.

        Eu montei a mesa com peças em MDF alugadas à Alana Vieira, do Fazendo a Festa, que, somadas às peças que eu já possuía, completaram a ornamentação do ambiente.

        Docinhos modelados

        3

        Os docinhos modelados foram confeccionados com bastante antecedência, como mostrei a vocês. Com os recentes blecautes, meu freezer descongelou e tornou a congelar mais de uma vez. Essa variação de temperatura, creio eu, alterou o correto congelamento dos docinhos. Pela primeira vez, em mais de 5 anos, eles estavam molhados quando os descongelei. Perdi muitos docinhos, que mancharam ou borraram, e coloquei na mesa apenas os mais apresentáveis. Mesmo assim, como sou exagerada, consegui um número suficiente para fotografar e enfeitar devidamente as duas mesas (a principal e a do buffet). Ainda bem!

        Bombons trufados e bem-casados

        22

        Quando eu compartilhei a receita de bem-casados aqui no blog, comentei que não os faria na festinha da Maricota, pois já os havia encomendado. Na oportunidade, encomendei também apetitosos bombons trufados à Ticiana Allegrini. Ambos estavam muito gostosos, mas por causa de mais uma falta de energia tiveram de ser entregues em cima da hora da festa, o que me impossibilitou de trocar as forminhas dos docinhos por outras mais neutras.

        DSC00884

        Biscoitos decorados

        Os biscoitos decorados da Deise, da Doce Maria, deram um charme extra à mesa. Deu até pena de comer essas belezuras! Voaram rapidinho e, se eu não tivesse garantido alguns para mim, teria ficado sem experimentá-los.

        23

        Recomendo o trabalho da Deise a quem quiser. Seus biscoitos, além de deliciosos, são muito bem embalados e protegidos. Viajaram de Jundiaí a Maceió sem quebrar um sequer! Só é uma pena que estejamos tão distantes! O alto custo do frete arrasa com minhas pretensões de contratá-la mais frequentemente.

        As mini panelinhas, eu comprei no Festão.

        Matrioskas em feltro

        Ao ver as fotos, agora, percebo que as matrioskas em feltro não tiveram o destaque que mereciam. Talvez porque a mesa acabou ficando muito abarrotada, ou porque eu não as posicionei num local onde elas fossem o foco principal dos olhares, o fato é que eu não fiquei totalmente satisfeita com o resultado.

        image  

        Para se ter uma ideia, nem o fotógrafo as registrou. Se eu não as tivesse clicado antes da festa começar, teria ficado sem um registro destas peças que me deram tanto trabalho e que deveriam ser as peças principais de toda a mesa.

        Potinhos de doce de leite

        33 Foto: Michel Rios

        Uma das fotos que eu vi pela net trazia potinhos de doce de leite com carinhas de matrioskas. Achei a ideia genial e logo me pus a adaptá-la. Achei que ficou muito simpático. Retirei os rostinhos do mesmo kit digital que usei para fazer todas as artes digitais dessa festinha. Imprimi a laser em papel autocolante, recortei e colei. Depois foi só dar um lacinho para finalizar.

        Flores de jujuba

        30 Foto: Michel Rios

        Nunca mais eu tinha usado as tais flores de jujuba e resolvi utilizá-las novamente, fazendo uma composição com a grama da mesa.

        Bisnaguinhas de brigadeiro

        29 Foto: Michel Rios

        Resolvi acompanhar as tendências e servi o brigadeiro mole em bisnaguinhas ao invés de servi-lo nos tradicionais copinhos. Foi um sucesso entre a criançada.

        Mini garrafinhas com sementes de girassol confeitadas

        43 Foto: Michel Rios

         

        Cupcakes decorados com marshmallow

        Dois dias antes da festa, fiz 36 cupcakes de chocolate e os cobri com o marshmallow que a Juliana Dutra, da Doceria da Naná nos ensinou. Procurei dar à cobertura o formato de uma rosa.

        32 Foto: Michel Rios

        Sobre a cobertura, espetei os palitinhos decorados com biscuits que eu comprei à Dona Luluzinha Biscuits. Eu cheguei até ela pelo google, mas logo após a minha encomenda ser entregue a Luciane informou que estava encerrando suas atividades com biscuit. Cancelou sua página do facebook e esvaziou sua lojinha no Elo 7. Uma verdadeira pena!

        Peças em biscuit

        Foi a ela também que eu encomendei os apliques de biscuit que colei nos tubetes, as colheres de biscuit que coloquei nos copinhos de docinhos, os ímãs de geladeiras que ofereci às mulheres presentes e os pagadores que enfeitaram as lembrancinhas das crianças. Tudo feito com muito esmero e capricho.

        37 Foto: Michel Rios

        18

        Estante das lembrancinhas e cabideiro

        Aluguei esta estante pensando em acomodar aí as sacolinhas das lembrancinhas, mas de última hora percebi que as sacolas não caberiam em suas prateleiras. Tive de recorrer a um plano B, nos 45 minutos do segundo tempo. Coloquei na estante alguns dos doces personalizados que ficariam, a princípio, na mesa do bolo.

         47 Foto: Michel Rios

        Para acomodar as lembrancinhas, apelei para o cabideiro que já tinha sido usado na festinha de Alice no País das Maravilhas. Lembram dele?

        17

        Em outro post, darei mais destaque às lembrancinhas e ao conteúdo das sacolinhas, este já está longo por demais.

        O cercadinho serviu para acomodar os presentes.

        Como a mesa principal ficou desfalcada dos doces personalizados. Espalhei sobre ela placas de grama artificial, para preencher os espaços vazios e improvisei uma árvore de galhos com os mesmos passarinhos em feltro que tinham sido utilizados na festinha de Piquenique no Jardim. Eu guardo essas coisinhas por anos e anos.

        28 Foto: Michel Rios

        Além disso, usei e abusei de algumas peças em MDF para valorizar os docinhos modelados.

        1

         2

        Do outro lado da mesa, para contrabalancear, pus um arranjo de pirulitos de brigadeiro em formato de ramalhete. É a terceira vez que os disponho dessa maneira.

        21

         

        Saquinhos de amendoim

        Outra foto que eu tinha visto pela internet, numa festa de um site americano, trazia um saquinho de confeti com matrioskas. Achei simplesmente fantástico! Tão simples e de efeito visual tão impactante.

        39 Foto: Michel Rios

        Usei as matrioskas do kit digital e espelhei-as no photoshop, de modo que elas fechassem uma sobre a outra, fazendo a frente e o verso de cada saquinho. Imprimi a laser em papel couchê 130g e recortei. Depois foi só encher os saquinhos com as guloseimas, grampear o saco e colar as matrioskas com fita dupla face.

        Caixinhas de confeti

        35

        Imprimi as matrioskas em papel autocolante e cortei, usando cortadores de scrap, colando o adesivo sobre caixinhas de plástico coloridas que continham confeti.

         Porta retrato

        38 Foto: Michel Rios

        Para que a estante não ficasse com cara de estante de bodega, intercalei os doces com peças de decoração. No porta retrato lia-se a frase que chegou a ensaiar fazer parte do convite. Gostei tanto da frase que tinha de usá-la de alguma maneira. “Menininhas são lindas do lado de fora e mais lindas ainda por dentro”.

        7

        Nos espaços vagos das prateleiras coloquei as matrioskas de verdade que enfeitavam o quartinho das meninas. Fiquei com medo de colocar as minhas mais caras e detalhadas, vai que alguma criança levasse para casa, pensando se tratar de uma lembrancinha!

        8

        Livros de matrioskas

        36 Foto: Michel Rios

        A Juliana me deu a dica pelo facebook e eu corri atrás. Achei que o livro, além de decorativo seria um presente perfeito para comemorar o aniversário da Mariana. Ela já está totalmente alfabetizada a essa altura, e livros são o presente que eu mais gosto de dar. Além disso, já virou uma tradição aqui em casa dar livros que tenham alguma relação com o tema da festa, foi assim na festa da Alice, das Bruxas e das Fadas.

        O livro Matriochkas, de Corinne Demuynck, editora Salamandra, é indicado para crianças a partir de 5 anos.

        Maletinhas decorativas

         44 Foto: Michel Rios

         

        Além dos enfeites coloridos de papel que usei no painel, também comprei um kit de maletinhas decorativas na Luisa Festas. Essas maletinhas têm sido muito usadas nas decorações das festinhas estrangeiras. Vi numa foto uma composição que me chamou a atenção e botei na cabeça que queria um kit parecido. Depois da festa, as maletinhas poderão servir para organizar as tranqueiras do meu gabinete.

        9

        A Sheila, responsável pela Luisa Festas, foi muito cordial, simpática e atenciosa. Logo depois de fecharmos negócio, os correios brasileiros entraram em greve. (Esqueci de dizer que a empresa está situada na Alemanha). Ela me enviou uma maletinha que já estava no Brasil, embora fosse de um modelo diferente do que eu havia escolhido, apenas para garantir que a peça chegasse a tempo da festa.  Um kit ainda mais lindo e colorido que o escolhido por mim.

        Só que a poucos dias da festinha, chegou aqui em casa outro pacote. Resultado, acabei com dois kits! Escrevi para ela, pensando que tivesse havido algum engano, mas ela confirmou que se tratava de uma compensação pela demora da entrega e pela minha paciência. Pode isso? Nunca vi uma fornecedora desse jeito!

        Adorei as minhas maletinhas e acho que elas foram um diferencial na festinha. Dentro da maletinha menor, coloquei os saquinhos com os ímãs de geladeira em formato de matrioskas que ofereci às mulheres presentes.

         

        Mesinha lateral

        10

        Ao lado da mesa principal, coloquei um aparador, contendo um porta-retrato da aniversariante, um vaso de porcelana com áster e duas garrafinhas com gel decorativo e gérberas.

         19

         

        Garrafinhas semelhantes serviram de centro de mesa.

        26Foto: Michel Rios

        Centros de mesa

        No meu aniversário deste ano, eu utilizei como centro de mesa garrafinhas reutilizadas de schweppes, cujo passo a passo eu mostrei aqui.

        27 Foto: Michel Rios

        Como eu ainda tinha muitas garrafas guardadas, resolvi repetir a mesma ideia, alterando alguns detalhes. Ao invés de palha usei lã, ao invés de continhas de bijuterias, usei botões decorados e como adesivos usei as imagens das matrioskas retiradas do kit digital que usei para fazer o convite e as artes dos personalizados.

        Usei cortadores de scrap para fazer as etiquetas e colei uma mini matrioska com fita adesiva dupla face emborrachada em cada tag.

        Além das muitas dicas que recebi por e-mail de algumas leitoras do blog, os sites que mais me inspiraram foram estes:

        http://www.ontobaby.com/2011/08/matryoshka-doll-themed-birthday-party/

        http://hostingessence.com/birthday-party-matrioskas-birthday-party/

        http://www.lilsugar.com/Matryoshka-Doll-Birthday-Party-23463467

        http://angelasimonedoces.blogspot.com.br/2011/11/festa-matrioska-uma-pequena.html

        http://www.roteirobaby.com.br/2011/12/festa-da-bruna-tema-matrioska.html

        Em outro post, falarei dos jogos e brincadeiras temáticos que realizamos na festinha, das comidinhas servidas e das lembrancinhas distribuídas. Acho que por hoje meus neurônios já deram o que tinham de dar. É mais de uma hora da madrugada e eu já estou caindo de sono.

        Boa noite ou bom dia pra quem fica,

        Claudinha

        PS.: Apenas uma observação, eu assinalei todas as fotos do fotógrafo Michel Rios (www. michelrios.com.br), as demais são minhas.

          posted by Feito a Mão in decoração,festa infantil and have Comentários (105)

          Os preparativos da festinha de aniversário da Mariana – Passo a passo das Matrioskas em feltro


          matrioskas--blogfeitoamao-1

          Bom dia, pessoal!

          Como vocês sabem, eu não trabalho com festas profissionalmente, apesar de ainda receber dezenas de e-mails de leitoras mais desatentas, pedindo orçamentos. Portanto, as coisas, para mim, funcionam muito na base da inspiração. É um lance intuitivo, que se desenrola quando um tema é proposto pelas minhas pequenas. Se me der um  estalo, ótimo! A coisa flui que é uma beleza. Se não der, não tem jeito. Nem com reza braba a coisa anda. Se eu fosse ganhar a vida com isso, seria complicado.

          Pois é, estamos a poucos meses do aniversário da minha caçulinha. Ela me fez o favor de nascer na época do segundo turno da eleição! Tenho pouco tempo para preparar tudo, pois meus finais de semana estão comprometidos por causa dos plantões no trabalho.

          Como ela vai completar 7 aninhos, estou pensando em simplificar o que já era simples. A cada ano que passa, tornamos o evento mais e mais íntimo. Sou da opinião que quantidade e qualidade são elementos proporcionalmente opostos. Quanto maior e mais frequentada uma festa, menos aconchegante ela fica. Se a escolinha das meninas permitisse comemorar o aniversário lá, eu não pensaria duas vezes. Mas não permite. E se Maomé não vai à montanha… tragamos as crianças até aqui. A turma de Mariana é pequena, tem menos de 20 alunos, mas nem por isso vou economizar no capricho, não é?

          Como parece óbvio, a inspiração para o tema veio da viagem que acabamos de fazer. As bonequinhas matrioskas são muito comuns em todo leste europeu e foi impossível não aumentar a minha pequena coleção:

          matrioskas-blogfeitoamao

          Todo mundo conhece as bonequinhas russas, não? Matrioska significa mãezinha. Na Polônia, eles costumam chamar babuska (avozinha), pois a figura principal da família é a avó. Bom, são bonequinhas que representam a família matriarcal. Geralmente variam em número de 5 a 8 e, quanto mais peças e mais detalhada a pintura, mais alto vai ficando o preço. 

          Fiquei surpresa ao pesquisar no google quando vi que já existem muitas festas lindas e originais neste tema! Pensei que fosse um tema raro. Tanto melhor, pois assim posso aprimorar as ideias que estão começando a pipocar na minha cabecinha.

          Preferi usar bonecas de tecido com feltro a usar as minhas originais de madeira. Personalizando as bonecas, poderia deixá-las nas cores do kit digital abaixo.  É com ele que criarei toda arte de papelaria.

           matryoshka-samples

          Clique na figura, para ir ao site da imagem.

           

          A história começou assim: minhas filhotas foram passar o último final de semana das férias na casa de minha irmã. A NET fez o favor de nos deixar sem sinal de TV, telefone e internet naquele dia. Sem ter o que fazer, comecei a pensar na festinha da Maricota. Quando postei a foto do que estava costurando no FB, pelo celular, a Roberta Morais e a Daniele Mariano, me indicaram o kit acima, quase ao mesmo tempo.

          Foi amor à primeira vista. Sabe o que aconteceu? Mudei completamente o estilo das minhas bonecas! As meninas nem imaginam, mas, por  causa delas, desprezei as quatro matrioskas que eu já estava quase concluindo!

          Achei que as cores dos tecidos que eu tinha escolhido não combinavam com o kit digital e que seria melhor refazê-las em feltro. Acho que foi uma decisão acertada.

          Eu até já tinha feito um pap pra compartilhar aqui no blog. Vejam só:

          Matrioskas em tecido – almofadas – passo a passo

          pap - matrioskas tecido

          1 Desenhei o molde usando pratos e bacias, tentando obedecer à simetria – cabeça 1/3, corpo 2/3.

          2. Cortei o molde no tecido – eu costumo prender o molde de papel com alfinetes, não tenho paciência pra riscar

          3. Cortei o tecido, montei as peças e as emendei na máquina de costura, deixando uma abertura pra colocar o acrilon

          4. Enchi as matrioskas, costurei a mão a parte de baixo, no estilo “caixa de leite”, para a peça se manter em pé

           pap - matrioskas tecido2

          5. Cortei os rostinhos no algodão tingido com chá, que havia sobrado da festa das bruxinhas do ano passado – mostrei como se tinge aqui.

          6. Testei dois modelos de olhos e bocas. Preferi o mais infantil, pois era mais parecido com o kit digital.

          7. Desenhei a mão livre as matrioskas menores, costurei com tecidos diferentes (frente e verso) para ficar mais alegre.

          8. Não cheguei a pregar os rostos nas bonecas – fá-lo-ia usando ponto alinhavo, se tivesse prosseguido com o projeto. Também não as enfeitei com laços, botões e apliques em feltro, como pretendia.

          Ao invés disso, abandonei o projeto inacabado. Perfeccionista é fogo!

          Não é que elas tenham ficado feias, mas é que achei que não combinaram com o estilo das peças impressas em papel e tive receio da festa não ficar harmoniosa.

          Recomecei da estaca zero. Dessa vez, com a internet restabelecida, fui buscar um modelo que se adequasse ao que eu procurava. Não foi difícil. Joguei no Google: “molde matrioska feltro” e apareceu dezenas de modelos. Escolhi o que achei mais bonitinho e parecido com o kit. Mas fiz as minhas modificações.

          Molde

          O passo a passo é o mesmo das outras peças em feltro que já mostrei aqui no blog. Quem quiser, pode clicar no marcador “feltro” e encontrará maiores explicações. Mas para quem procura um be-a-bá bem explicadinho e esmiuçado, o Minha Casa, meu mundo,  traz um passo a passo ótimo aqui. De qualquer forma, tirei algumas fotos do meu próprio PAP também:

          Matrioskas em feltro – passo a passo

           pap-matrioska-feltro2

          1. Escolha o molde desejado, imprima e corte em papel

          2. Transfira o molde para o feltro ou para o tecido.  Para que o tecido não desfie, é melhor aplicar antes a termolina leitosa, à venda em lojas de artesanato (comprei a minha na Felícia Festas);

          3. Para aplicar a termolina leitosa, basta espalhá-la com a ajuda de um pincel no tecido todo e deixá-lo secar por umas 7 horas. A textura do tecido ficará como se tivesse sido plastificada, um pouco endurecida, pois a termolina é um impermeabilizante.

          pap-matrioska-feltro

          Para desenhar os rostinhos

          4. Corte o círculo do rostinho da matrioska maior que o orifício do capuz, e costure-o por baixo, assim ficará com melhor acabado, veja na primeira foto acima.

          5. Desenhe a lápis o olho, a boca e o nariz;

          6. Cubra com caneta para tecido;

          7. Preencha o olho com um pincel fino, usando tinta para tecido, espere secar. Com a ajuda de um palito ou do cabo do pincel, pinte de branco o brilho do olho;

          8. Para as bochechas, use tinta rosa, num aplicador de espuma, ou pincel redondo mais grosso. Mas se lembre de tirar o excesso antes, num retalho de tecido ou papel. Teste bastante, antes de aplicar no seu rostinho, se não tiver prática.

          9. Depois é só alinhavar as peças dos detalhes e fechar a matrioska com ponto caseado, deixando a abertura para o enchimento.

          image

          Depois que terminei as minhas peças, percebi que não havia deixado a base para elas ficarem de pé, como vocês podem ver na foto acima.

          Desmanchei novamente, cortei a parte de baixo de cada matrioska e apliquei um pedaço de feltro cortado num formato parecido com este: (). Fiz tudo de olho mesmo, sem molde, mas dá pra entender nas fotos abaixo:

          base das matrioskasSó não fiz isso com a menorzinha, pois pretendo colocá-la no bolso da mãezinha:bolso matrioska

          E com isso, eu consegui deixar minha família de Matrioskas de pé:

            matrioskas-feltro-blogfeitoamao1

          Boa semana a todos!

          Um cheiro enorme,

          Claudinha

            posted by Feito a Mão in artesanato,costura e bordado,decoração,feltro,festa infantil,passo-a-passo,ponto caseado and have Comentários (83)