Amizade virtual que se concretizou. Adivinha quem veio jantar comigo?


O que faz duas pessoas se tornarem amigas? É uma pergunta que eu constantemente me faço.

Geralmente temos muitos amigos na infância. Amigos que nem precisam fazer grandes sacrifícios para nos conquistarem. Basta estarem por perto e participar das mesmas brincadeiras para serem elevados à categoria de melhores amigos eternos.

Nessa época, ainda não recebemos os fatídicos carimbos sociais de estado civil, nível de instrução, profissão, número de filhos ou renda familiar, rótulos que visivelmente vão afunilando nossas opções de relacionamento.

Não que sejamos racionalmente seletivos, mas é impossível que passando 35 horas semanais no mesmo ambiente, com pessoas de mesma formação ou aspiração profissional, não acabemos fazendo amigos entre os componentes deste seleto grupo.

Ou, quem sabe, entre os colegas de faculdade, ao lado de quem passamos os momentos mais decisivos do nosso amadurecimento pessoal, com quem dividimos os anseios de nossas escolhas profissionais, compartilhamos o medo do desconhecido, o nervosismo ao se candidatar à primeira monitoria, a seleção de estágio, a ansiedade antes da primeira entrevista de emprego, a participação nos concursos públicos e a alegria das aprovações seguintes. É difícil não  criar vínculos nessas condições.

Depois que viramos pais, o dia a dia fica ainda mais corrido. Nos dividimos em ocupações até então desconhecidas: levar e pegar na escola, no balé, no inglês. Frequentar festinhas de aniversário e consultórios pediátricos. Enfim, encontramos nos pais dos amiguinhos de nossos filhos seres com quem podemos conversar sobre o difícil aprendizado que é criar e educar um filho, nos dias complicados de hoje.

Tudo o que buscamos em qualquer dessas fases é um pouco de cumplicidade. Como eu disse, trata-se de uma seleção inconsciente. Com poucas horas livres disponíveis, raramente conhecemos pessoas fora de nossa zona de conforto com quem tenhamos algum tipo de afinidade.

É aqui que entra a internet. Outro dia ouvi de meu cunhado uma crítica à rede mundial de computadores. Dizia ele que a internet aproxima quem está longe e afasta quem está perto. Não pude deixar de lhe dar razão.

Críticas e devaneios filosóficos à parte, se não fosse a internet, mais precisamente, se não fosse por meio do blog, eu jamais teria conhecido e me aproximado da Katinha Bonfadini, do Casos e Coisas da Bonfa.

Jantar com Katia Bonfadini

Essa coisa de blog é curiosa. Enquanto escrevemos, vamos deixando pedacinhos de nós escondidos em nossas frases, nossos pensamentos, nossas fotos. Vamos nos mostrando de uma forma tão transparente, que uma leitura mais atenta e frequente pode nos deixar vulneráveis.

Em contrapartida, à medida em visitamos outros blogs, colhemos as migalhas deixadas por seus autores e vamos desenhando uma imagem de sua personalidade, à custa dessas pistas.

Quando calha de acontecer uma comunicação entre duas pessoas com afinidades e interesses em comum é inevitável que daí surjam respeito e admiração recíprocos. E nós sabemos que respeito e admiração são os ingredientes básicos de uma amizade, basta apurá-los no fogo do tempo até que cheguem ao ponto ideal.

Quando esse ponto chegar, e-mails passam a ser insuficientes, a vontade de estar junto é tão grande que buscamos meios de trazer a pessoa para o mundo real. Dá vontade de telefonar, de conversar, de se conhecer mais um pouco. E vamos sonhando com o dia em que um abraço, em carne e osso, seja possível.

E quando isso finalmente ocorre, o mundo blogueiro entra em festa! De que outra forma, conheceríamos e nos aproximaríamos de pessoas tão diferentes e ao mesmo tempo tão semelhantes a nós?

Apesar do corre corre, das nossas atribulações diárias, das muitas contas a pagar e das milhares de urgências que vamos nos impondo dia a dia, somos seres sociais por excelência e precisamos de amigos para renovar as nossas forças. É sempre bom que não nos esqueçamos disso.

De todos os prazeres, nenhum é maior e mais gratificante que o de receber alguém querido em nossa casa, preparar-lhe algo para comer, trocar afeto, mimos e bater papo sem se preocupar com o relógio, que ousa a correr indiferente à nossa felicidade.

Feliz de quem, depois de adulto, ainda consegue fazer amizades verdadeiras!

Jantar com Katia Bonfadini

Se você quer mais detalhes de como foi o nosso encontro, passa no Casos e Coisas da Bonfa. Katinha conseguiu fotografar e narrar tudo direitinho. Essas fotos são dela, na verdade, do seu marido, Marcelo. Eu estava tão emocionada, que quase não lembrei de tirar fotografias e ainda deixei o filé passar do ponto (que vergonha!).

Foram seis horas de conversa, mas nem senti o tempo passar. Foi uma das noite mais agradáveis que tive e da qual com certeza vou lembrar por muito e muito tempo.

DSC04251[7]

Katinha, muito obrigada por todo carinho! Quando vocês voltarem a Maceió, precisamos repetir a dose. Prometo vigiar o fogão direitinho… Manda um abraço no Marcelo, ele e Mário merecem um prêmio por nos ouvirem pacientemente tagarelar a noite inteira. Quase nem tiveram chance de abrir a boca, coitados.

    Postado por Feito a Mão em conversa fiada,Feito a Mão na blogosfera | Comentários (36)
    

    36 Comentários to “Amizade virtual que se concretizou. Adivinha quem veio jantar comigo?”

    1. Claudinha, que texto mais lindo!!!! Preciso de dizer que me emocionei? Que as lágrimas estão rolando sem parar assim como a chuva que cai lá fora? Acho que não, né? Você já me conhece muito bem e tenho certeza de que sabia que eu ficaria sensibilizada com seu texto. MUITO OBRIGADA! Aprendi nos últimos anos o real significado da palavra AFINIDADE e gostaria de copiar o seguinte trecho do seu texto porque acho que isso a define bem: “aproximaríamos de pessoas tão diferentes e ao mesmo tempo tão semelhantes a nós”. Isso pra mim é afinidade!!!!!!!! Não é ter os mesmos interesses, não é gostar de ver filmes, de ler livros, de ir à festas, de viajar, de promover happy hours etc. Afinidade vai muuuuitomais além. É algo que te faz querer estar sempre por perto e ouvir a opinião de amigos que podem ter pouco ou nada a ver com a nossa personalidade. É o que eu sinto em relação aos meus (poucos) amigos próximos. Podemos ser diferentes, mas nossa maneira de ver a vida e nossos valores são bem parecidos. Tirando a cumplicidade: basta um olhar e um sorrisindo pra saber o que o outro está pensando em determinado momento! Esse dia foi mágico, Claudinha. Lembro que o Marcelo me perguntou antes de comprar a passagem o que eu mais queria conhecer em Maceió e, adivinha o que eu respondi???? A Claudinha!!!!!! Adorei ter podido te abraçar e passar horas conversando… o pior é que sinto que a gente quase não falou nada… imagina,rsrsrsrs! Acho que a internet pode até afastar algumas pessoas de vez em quando e devemos tomar cuidado com isso, mas aproxima muita gente, sim! Pessoas que não conheceríamos de outra maneira e que nos completam de alguma forma! Uma coisa que aprendi nos últimos anos é prestar atenção ao meu “sexto sentido” ou à minha intuição”. Quando ela não confia em alguém ou quando não nos sentimos à vontade ao lado de alguém, mesmo sem saber o motivo, o melhor é nos questionarmos para saber o porquê e no fundo, a gente sabe. Por outro lado, quando nossa intuição diz: “vai, pode confiar!”, acho que a gente deve ouvi-la e seguir nosso coração! AMIGA, amei te encontrar pessoalmente e espero que não demore muito pra gente se rever. Se depender do Marcelo, acho que daqui a alguns meses, estaremos de volta à sua linda terra natal. Um grande beijo com muito amor e carinho de alguém que te admira por tudo o que você é!!!!!!

      • Feito a Mão disse:

        Katinha, eu tb fiquei muito feliz quando soube que vc viria. como eu disse, estava contando nos dedos a chegada desse dia.
        E quando ele chegou, parecia que as horas se arrastavam até chegar 18h30min.
        Também, daí em diante, elas correram, dispararam. Nem senti o tempo passar. Também tenho essa sensação de que não conversamos quase nada. Ainda teríamos mil coisas pra falar. Pena que vc estará viajando quando eu for ao Rio! Mas teremos outras oportunidades, certamente.
        Foi uma noite maravilhosa e eu reamente estava muito emocionada, tanto que pequei em muitos aspectos.
        Tomara que vcs voltem a Maceió, num final de semana ensolarado, para verem o quão azul é nosso mar.
        Obrigada por tudo, obrigada por ter vindo, por ter encontrado espaço em sua agenda apertada pra vir aqui em casa, por ser essa pessoa tão especial que vc é. Só confirmei minha intuição quanto a vc! Um cheiro enorme!

    2. TAMI disse:

      Amei seu texto, muito verdadeiro,concordo com cada palavra sua, acho lindo esses encontros de amigas que passa do virtual para o real, essa afinidade…que a amizade de vocês continue sempre assim.
      Ótimo dia.
      Bjinhuxx super carinhosos.

      ♥ TAMI ♥

    3. Heloisa disse:

      Claudinha,
      Já passei pela Katia, e li toda a história desse encontro tão gostoso.
      Realmente, como você diz, é muito bom fazer novas amizades, assim depois de “adultas”.
      Beijo.

    4. Sueli disse:

      Claudinha, que delícia de encontro, vcs duas são lindas!!! Sua casa é linda!!!
      Bjs querida!!

    5. Milena disse:

      Claudinha,antes de vir aqui deixei um comentário no blog da Katia,onde falo exatamente sobre o abraço.Acho que,por ter sentido já a mesma coisa que você e por achar tão importante assim uma amizade querida,cheia de afinidades.
      Também concordo que a internet nos afaste um pouco do mundo real e das pessoas,mas o que na vida não é cheio de prós e contras?
      Fiz queridas amigas através da net e dos blogs,pessoas que gosto de conversar,trocar ideias,achar graça,compartilhar.
      Essa experiência é única e muito prazerosa!

      bjs

      • Feito a Mão disse:

        Milena, vc está certa, a vida virtual é igual à real, cheia de “detalhes”. Foi bom descobrir que nossa intuição nos guiou por um caminho seguro. Eu estava curiosa pra ver a química desse encontro.
        Katinha falou muito sobre vc em nosso encontro. Fiquei curiosa em conhecê-la também.

    6. Rhaqueisy disse:

      Ola claudia, hoje quando vi o blog da Bonfa me deparei com uma viagem linda e um jantar maravilhoso, e tudo isso aqui em Maceió. Já conhecia e visitei seu blog varias vezes e mem precisa dizer que ele é o maximo, adoro e o que eu não sabia que vc é de maceió, que maravilha !Parabéns pelo belo jantar e pelo seu blog. Estou engatinhado ainda no meu bloguinho ,mais se quizer conhecer ficarei muito felizzzzzz!
      Um grande abraço e fica com Deus !

      • Feito a Mão disse:

        Rhaqueisy, seja bem-vinda!
        Já soube da intenção de se fazer um encontro com blogueiras alagoanas, né? Lembrem-se de mim, adoraria conhecê-las.

    7. Cris Oliveira disse:

      ameiii o post. Cada palavra tão sábia!
      Já fui lá no blog da Katia e fiquei babando em tudo por lá.. em cada foto, descrição. É bom demais ter uma amizade assim e quando se torna real é melhor ainda. Parabens as duas! Duas pessoas maravilhosas nesse mundo blogueiro. ;) beijokas!

    8. Oi Claudinha, nem preciso dizer que fiquei mega feliz em saber que vcs se conheceram né? Nossa, se pelo mundo cibernético vocês já se dão tão bem, imagina pessoalmente! Vc realmente é uma pessoa encantadora, e seu jantar realmente parecia maravilhoso!!! Tão bom quando nossos sonhos se concretizam, viram realidade! Muito feliz por vocês! Já disse pra Bonfa que da próxima vez venha com mais tempo, pra eu dar ao menos um abraço nela né, já que um jantar como o seu, perfeito, tá dificil, rsrsr! Um grande abraço!

    9. AUDENI disse:

      Oi meninas, deve ter sido um momento especial.
      Sou nova na blogosfera mas já conheci muita gente legal também, e quero conhecer mais!

      Fico feliz com o encontro de vocês.

      Beijos as duas

      Audeni

    10. Lilia Faria disse:

      Claudinha,

      Que legal!!! Ter amigos é muito bom e cultivá-los é ainda melhor. Que legal que vocês se conhecerem.

      Amei o post.

      Felicidades para a amizade, rs.

      Beijos

    11. Que beleza de encontro e que texto lindo. Sem falar no jantar, super caprichado, como tudo o que vc faz.
      Beijos

    12. SILVANA BARROS disse:

      Oi Claudinha, lindo texto… e só hj eu consegui ver as fotos da festa das bruxas, estava sem net, tudo muito lindo!!! Meus parabéns, que Deus a abençoe.
      Beijos, Sil

    13. Cynthia disse:

      Muito legal ver as duas DIVAS juntas num encontro pra lá de maravilhoso……….
      Beijos

    14. Anine disse:

      Olá, Claudia…
      Há muito acompanho vc e a Bonfa…mas ainda não havia seguido vc…hoje concretizei.
      Nossa, to sem palavras sobre esse encontro…deve ter parecido um sonho, né?
      Posso imaginar a alegria q vc deve ter sentido ao conhcer a Katia…admiro tanto vcs pela criatividade, dedicação ao q fazem e especialmente pela generosidade com q compartilham td.
      Espero poder aproveitar mais e mais de td isso q vcs tem a oferecer…sinto-me parte da vida de vcs.
      Beijão e sucesso!

    15. Andrea Yamamoto disse:

      Claudinha adorei o encontro de vcs, e amei o relato das duas.
      Com certeza foi uma grande emoção!
      Bjs

    16. silvia andre disse:

      Oi Claúdia, que surpresa saber que você é de Maceió, temos várias blogueiras aqui e estamos querendo marcar um dia para nos encontrar e nos conhecermos pessoalmente, tem a Adriana, Jô, Vany, Raqueisy e eu que moro em Arapiraca, se tiver interesse me diz que entro em contato com as meninas,
      Bjos.
      Silvia.

    17. Flavia Rosolem disse:

      Este post foi muito emocionante. Parabens a voces duas por terem construido uma amizade verdadeira. Prezo muito a amizade e para mim este post vai ficar marcado.
      Beijos

      • Feito a Mão disse:

        Flavinha, eu escrevi o post com muito carinho, talvez por isso vc tenha captado a energia.
        Eu sou mais o tipo dissertativa, enquanto Katinha faz o gênero narrativa. Ela é muito detalhista e sua narraçãod e um lugar é perfeita.
        Eu já capto mais os aspectos invisíveis. Vc acredita que quase não dormi na véspera de tanta ansiedade? Tive de tomar um ansiolítico homeopático pra cochilar na tarde do sábado e aguentar o tranco de noite.
        Foi de fato uma noite memorável.

    18. Marly disse:

      Oi, Cláudia,

      Eu já tinha estado aqui antes mas, por várias razões tenho circulado muito pouco pela Internet, o que é uma pena, rsrs.
      Eu li sobre o encontro de vocês lá na Bonfa e adorei o post, as fotos atestam que tudo deve ter sido uma delícia! Também adoro Maceió, que considero uma cidade linda e acolhedora!

      Um beijo e bom fim de semana!

    19. Cintia A. S. disse:

      Claudinha, que luxo esse encontro com a Bonfa!!! Concordo com tudo que disse sobre amizade…e é tão bom poder reunir as pessoas que temos esses laços de afinidade !!Vcs são mulheres que inspiram muitas de nós…bjinhos… Ah menina fiz aqueles seus biscoitinhos… os mesmos que a Bonfa levou … e são de comer rezando.. ô coisa boa!!!

    20. Olá Claudia,

      Certamente o encontro de vocês vai ficar gravado no coração das duas. Assim como a constatação de que a afinidade e empatia entre vocês era real.

      Vou dar uma espiadinha por tudo aqui e certamente voltarei.
      Bjuss!!!

    21. Flávia disse:

      Quanto carinho nestas linhas!!
      Posso dizer que todas nós, que admiramos vocês duas , estávamos torcendo por este encontro!
      Claudinha, a Kátia é uma pessoa maravilhosa mesmo e vc disse tudo, dá muita vontade de abraça-la pessoalmente, pela energia que ela transmite!
      Que coisa boa! Estes encontros são muito especiais!
      Um beijo grande e muitas felicidades!

    22. Antonia disse:

      Amiga como mamãe coruja… quero pedir uma ajudinha de vocês,votem no meu bebê Luiz Henrique Maciell, promoção bebe hipoglos, bjs

    23. Carolina disse:

      Oi, Claudinha! Adoro vc e seu blog!!
      Quase nunca comento mas estou sempre batendo cartão por aqui. Confesso que já passou pela minha cabeça se um dia eu for em Maceió entrar em contato para pegar umas dicas com vc e quem sabe te conhecer! Td bem! Às vezes eu tenho estes devaneios ambiciosos que não devem ser levados a sério.. rsrsr
      Sempre vejo comentários da Katinha por aqui mas nunca havia entrado no blog dela. Simplesmente ameiiiiiiiiii!!
      Achei vocês duas no Facebook tbm! Vou adicioná-las. Tomara que me aceitem! Sou do MS.
      Qualquer dia quero fazer uma seleção de fotos da festa de 1 aninho do meu princepezinho… a qual tirei muita inspiração deste blog.

    24. Carolina disse:

      Desculpe, não concluí. Vou fazer a seleção de fotos para te enviar… quem sabe vc acha que vale a pena postá-las!
      Bjs

    25. Bird disse:

      Ai que delicia!!!!!! gente como sonho poder um dia ter um post como esse! ;) Fiquei tao contebte de ter faldo contigo por telefone, e espero poder falar mais veze hein? Seria super emocionante poder um dia tomar um vinho (ou cerveja né Katia?) com vcs duas!! Deve ter sido uma delicia mesmo!! Ah e as duas estao gatonas nas fotos! :) ADOREI, um dos meus posts preferido!! Bjao

    26. Bird disse:

      Oh acabei de ver as delicias culinarias la na Katia!! Clau foi SHOW!!! Mulher do céu estou com agua na boca aqui!! :) DELICIA PURA!!! O post e o conteudo também!
      me liga mais ok? Estou com saudades! ;)

      • Feito a Mão disse:

        Cris, pena que você more tão longe de Paris, e que eu tenha ido com tão pouco tempo, se não tb teria lhe visitado. Seria ótimo, não?
        Podemos marcar uma hora pelo skype, pra conversar, não seria melhor?

    27. Oii Claúdia!!
      Tb sou de Maceió e conheci teu blog através de Raqueisy, espero te ver lá no encontro de blogueiras daqui.
      Essa frase escuto diariamente de meu marido “a internet aproxima quem está longe e afasta quem está perto. ” uma verdade mais amoo esse mundo virtual!
      Agora vou conhecer mais teu cantinho, já estou gostando do que vi,bjinho.

    28. [...] outra blogueira, a minha querida Katia Bonfadini, do Casos e Coisas da Bonfa, que me presenteou com sua visita aqui em casa. Foi uma noite deliciosa e [...]

    Coloque seu comentário

    Por favor, preencha os seus dados e comente abaixo.
    Nome
    Email
    Website
    Seu comentário