Mais um dia de gourmet: Picuí convida


Nem bem eu tinha voltado de viagem, recebi um convite de uma colega de trabalho, para participarmos do 3º e último Picuí convida deste ano. Trata-se de um jantar-aula promovido pelo Chef Wanderson, do restaurante Picuí, eleito pela Veja Maceió o melhor chef de 2011.  Os astros da noite foram os chefs convidados: Joca Pontes e Dalton Rangel.

Acho que eu era a única na sala a ignorar o currículo dos apresentadores. Não vou rasgar seda aqui, quem estiver curioso, basta clicar no link que deixei acima para saber mais sobre a trajetória dos rapazes. 

O que interessa dizer é: quando estamos focados num assunto, o universo conspira a nosso favor. Eu ando com a cabeça muito voltada para a gastronomia ultimamente e  acho que o convite da Josivane não veio à toa. Não pensei duas vezes e o aceitei. Eu não tinha nada a perder. Na pior das hipóteses, estaria em boa companhia e lucraria uma boa história pra contar aqui no blog.

 

Preciso dizer que foi o evento gastronômico com maior estrutura de que já participei, eram 3 chefs envolvidos, já que o Wanderson se encarregou da sobremesa, muitos auxiliares, fornecedores, fotógrafos e uma cozinha de dar inveja a qualquer moçoila prendada. Mas não era propriamente uma aula experimental.

Desconfiei pela quantidade de pratos do cardápio que alguns deles já estariam pré-elaborados. E estava certa. Foi como se eu tivesse ido jantar na casa de uma amiga distante e ela me desse a receita dos pratos de que gostei. Apenas isso, sem fazer parte do processo de elaboração do prato na cozinha, como se costuma fazer quando se é íntima da dona de casa.

Vocês sabem que costumo ser bastante franca em minhas opiniões e isso nem sempre me coloca em boas situações, mas penso que, desde que haja respeito e educação, não precisamos concordar com tudo. A democracia existe para que ideias divergentes possam ser manifestadas sem represália.

Minha opinião é que, não fosse a excelente companhia em que eu estava, teria voltado bem menos alegre para casa.

DSC08255 DSC08256

Com exceção da farofa do chef Danton, nenhum dos pratos me chamou a atenção pelo paladar, a ponto de querer reproduzi-lo em casa, embora estivessem todos muito bem apetitosos, visualmente falando. Não tive surpresas, não senti nenhuma remissão a sensações ou lembranças do passado, nenhuma vinculação afetiva ou nenhum despertar pecaminoso de gula. Sabe aquela vontade de raspar o prato ou de repetir? Não rolou.

Confiram o menu dos Chefs para o jantar:

Ceviche de tilápia ao molho grenobloise de caju (Joca Pontes)

Estava gostoso, mas um tanto azedo. Acho que o limão foi empregado em demasia.

Salada dos frutos do mar de Alagoas (Dalton Rangel)

Linda apresentação, com direito a flor comestível e tudo o mais. Foi o prato de que mais gostei. Mesmo assim, sua elaboração é simples e não tem segredo, nada que justificasse ser incluída num jantar-aula.

Coxa de frango caipira ao forno com arroz de galinha d’angola (Joca Pontes)

Numa escala de 0 a 10, eu daria  nota 7. Estava boa, mas se eu fosse a um restaurante, esta  não seria minha escolha, principalmente porque o arroz do acompanhamento era refogado com maxixe. Dei azar de encontrar muitos ingredientes dos quais não gosto nesse jantar. Talvez por isso não tenha saído de lá com melhor impressão.

Carré de cordeiro com batatas ao molho de mostarda (Dalton Rangel)

Também não sou fã de de carré, mas tenho de confessar que a farofa que o acompanhou foi uma das melhores que já provei. Por azar, era a única receita que não constava no livro que recebemos no início do evento. A batata também estava muito saborosa e este foi um daqueles casos em que os acompanhamentos superaram o prato principal.

Sorvete de café com pérolas de Amarula e crocante de canela (Wanderson Medeiros)

A farofa crocante de canela estava ótima! O sorvete, para o meu gosto, estava muito aguado e, como eu não gosto de sagu, minha opinião sobre o prato ficou prejudicada. Para ser justa com o chef Wanderson, a quem admiro pela melhor carne de sol da cidade, ressalto que já tentei copiar sua sobremesa de cocada de colher com sorvete de tapioca, que tanto adoro, aqui no blog.

Talvez eu esteja ficando mais exigente, talvez mais experiente, não sei. Peço desculpas se magoei alguém. Foi só a opinião de uma pessoa que gosta de comer e cozinhar, sem muita pretensão,  e que tem suas restrições e preferências alimentares, como qualquer mortal.

    Postado por Feito a Mão em culinária | Comentários (21)
    

    21 Comentários to “Mais um dia de gourmet: Picuí convida”

    1. Liviany disse:

      Adoro a sua franqueza, e acho que não temos mesmo fingir gostar de algo.

      Sinceramente, nem achei apetitosos os pratos… não tive nenhuma vontadezinha de comê-los. E vi que tem até um olho “grenoblois”, cidade que moro. Era de quê? Nem sabia que existia algo assim tão tipico daqui… fiquei curiosa!

      Bju gde menina…

      • Feito a Mão disse:

        Liviany, vc tem critérios de qualidade ainda mais altos que os meus. kkkkkkkkkk
        Eu achei os pratos bonitos.
        Esse molho era feito com suco de limão, caju picado, coentro, cebolinha, coentro, cebola e azeite, salvo engano.

    2. audeni disse:

      Gostei do visual do ceviche de tilápia ao molho de caju, mas com a fome que estou agora, aquele pouquinho é só a entrada, rsrsrs

      Beijos e um lindo final de semana de sol, aqui vai ser um lindo – espero – final de semana com chuva

      Audeni

    3. Elaine Battistel disse:

      Claudia,
      O que acontece é que diante de curriculos tão impressionantes, muitas pessoas tem medo de destoar e acabam não opinando com sinceridade; principalmente quem não tem muita intimidade com a cozinha.
      Dos pratos ditos “conceituais” gosto mesmo da apresentação. Acho divino a criatividade que os chefs tem em apresentar a comida, e acredito que faz muita diferença tanto para o lado positivo como negativo. Um prato bonito também pode gerar uma certa expectativa que não se concretiza no paladar, não é?
      Adorei a apresentaçào da salada que você mostrou apesar de não comer frutos do mar, e a do carré também gostei. Achei que a sobremesa ficou um pouco pálida.
      E ri muito ao constatar que as pérolas de amarula eram na verdade sagu, como você mencionou. Quando as crianças aqui disserem que não gostam do sagu que faço, direi que são pérolas de uva, rs.
      Bjs,

      Elaine

      • Feito a Mão disse:

        E então, Elaine!
        Pérolas de amarula não são outra coisa que sagu cozido em água e temperado com colheres de licor amarula. Pra vc ver, como a apresentação e o nome pesam! Pálida foi o melhor adjetivo pra descrever essa sobremesa, tanto na cor quanto no sabor. E olhe que eu amo café e tudo o que se faz com ele, mas esse sorvete estava aguado.

    4. Claudinha, admiro sua franqueza e sinceridade! Você sempre me diz o que pensa e quando me faz uma crítica, tem o maior cuidado e carinho! Isso me aproximou mais de você e me faz confiar no que diz! Posso não concordar sempre, mas sua opinião conta bastante! Gostei de saber das suas impressões. Os pratos estão lindamente apresentados, mas se o sabor não corresponde, é meio decepcionante mesmo! Estou preparando dois posts sobre experiências gastronômicas recentes em casas de chefs renomados, mas gostei mais de uma do que da outra e também vou relatar minhas impressões com sinceridade. Um grande beijo e ótimo final de semana!!!

      • Feito a Mão disse:

        Katinha, acho que aprendi a moderar minha língua. Sinceridade não é sinônimo de grosseria.
        Eu fui sincera com vc, quando vc me deu espaço, porque senti abertura pra isso. Há pessoas que nos perguntam a opinião apenas em busca de uma ratificação de suas ideias e posturas. Isso não é feedback.
        Vc é madura, evoluída e sabe receber uma crítica positiva, mesmo que não concorde com ela 100%. Vai saber tirar dela algum proveito para continuar melhorando. Pessoas sensatas agem assim.
        EStou doida pra ver suas experiências gastronômicas.
        Ah, mudando de assunto, agora acompanho o que marravilha! Estou ansiosa pelo seu programa. Me avise um pouco antes, ok? Tenho medo de perder o episódio.

    5. Vanessa disse:

      Sinceramente, acho interessante esses pratos tão bem apresentados por chefs competentíssimos no quesito criatividadade, mas se for pra matar minha fome, esses bucadinhos aí não vale.
      Ótimo final de semana pra vc e sua família. Grandes beijos.

    6. keliane disse:

      Oi Claudinha, tudo bem??
      Essas comidinhas me deram água na boca ;)
      Olha só, vê te interessa aí.
      Tenho uma máquina cricut expression novinha na caixa, recebi de uma dívida que minha prima tinha comigo, mas não sei e não tenho muito tempo pra fazer scrap, então estou tentando vender. Hoje vi a máquina em uma loja na 25 de março por 2600, estou querendo vender pela metade do preço.
      Agradeço sua atenção.

    7. keliane disse:

      ah, também aceito troca.
      bjus

    8. Josiana Leite disse:

      É sempre bom falar a opinião verdadeira mesmo as vezes sendo delicado, realmente é como se fala, o paladar é algo delicado, e não são todos que saem com uma mesma opinião de um determinado prato, vale muito a experiencia e e a prova de vários sabores com várias degustações, bom compartilhar isso com a gente, sucesso gastronômico para você, grande abraço

    9. Liviany disse:

      Ô Claudinha… kkkkkkkkk… Eu achei os pratos lindos, mas foi so. Mas não tive vontade de comêlos. rsrrs

      E além de tudo, achei os ingredientes muito misturados… (frango+frutos do mar+cordeiro). Mas isso pode ter sido proposital, né?! Pra fazer um prato com cada tipo de coisa?! rsrsr

      E o molho grenoblois deve ser bom, né?!

      Bju gdeeee

    10. Oi, Claudinha,
      Eu curti a apresentação dos pratos! Mas pelo seu relato vi que não agradaram muito. Pena, né? mas valeu a experiência, certamente!
      Um beijo!

    11. Flávia disse:

      Oi Claudinha
      Vc voltei e eu já passei por aqui uma vez, mas já não me lembro se deixei um coment.
      De qquer forma, adoro te visitar sempre.
      Eu gostaria de ser assim, ter coragem p falar tudo q penso, sem ofender ninguém, mas não sei se sou…rsrsrs!!
      Sabe q prefiro opiniões como as suas.. pq sei q posso confiar, q são sinceras. Vou sempre confiar em tudo q vc diz. Eu não gosto muito de rasgação de seda, principalmente qdo a gente percebe q a pessoa quer agradar. Pq não uma crítica construtiva?? P mim são sempre bem vindas, né!!
      Qdo puder me retorna p gente continuar com aquela ideia…. já mudei tudo aqui e esta semana estou de molho aqui em SP, então pode ser q saia alguma coisa….kkkk!!
      Bjim

      • Feito a Mão disse:

        Flávia, espeor que seu pai esteja melhor.
        “Aquele assunto” pode esperar sua vida se resolver, não tem problema. A espera vai valer a pena, tenho certeza!!!!
        Ah, menina, minha silhouette está se pagando. Já trabalhou tanto, a bichinha! kkkk

    12. Célia Regina disse:

      Eu gostei do cardápio…

    13. Vanessa disse:

      Claudinha, eu sou sem noção mesmo, kkkkk. Nem me dei conta que vendo tudo junto é muita comida mesmo, só lembro das refeições diárias tudo num prato, quase morri de rir quando vc falou 05 pratos juntos, vixe!!!é comida demais da conta….
      bjs

    14. [...] meus colegas ou ambiente de trabalho aqui no blog. Como abri um precedente postando a foto da Josi neste post, acabei cedendo. Não somos seres segmentados e muitas vezes nosso lado B invade o lado A, afinal, [...]

    15. [...] outubro, participei do último Picuí convida do ano e escrevi um post a [...]

    Coloque seu comentário

    Por favor, preencha os seus dados e comente abaixo.
    Nome
    Email
    Website
    Seu comentário