Comfort food: bolo de massa puba


 

Hoje tem receitinha com gosto de infância, bem do jeito que minha mãe fazia. Bolo de massa puba era o meu favorito, quando criança.

Puba é uma massa extraída da mandioca fermentada. Herdamos dos índios o costume de fermentar a mandioca, deixando-a submersa em água por vários dias. No norte e nordeste do país, essa massa é muito utilizada na produção de bolos, biscoitos, cuscuz e outras receitas típicas.

Não confundam com o bolo de macaxeira comum, feito com a macaxeira crua ralada. São totalmente diferentes em sabor, textura e gosto.

Imagino que no resto do país não seja fácil encontrar massa puba nos supermercados. Ela deve ser conservada gelada e é facilmente perecível.

Existem vários tipos de bolo de massa puba. Os dois principais são o tradicional – feito com a massa ao natural, de aspecto escaldado – e o fino – feito com a massa enxuta, desidratada ao sol e peneirada, cujo aspecto é o mesmo de um bolo comum.

Todos são bons e particularmente deliciosos. Há quem misture coco ralado, leite de coco, castanhas e outros ingredientes e há quem siga a receita básica. Gosto é gosto.

Hoje vou postar a receita tradicional, que é mais comum, e fico devendo a receita do bolo fino de massa puba, para que comparem por vocês mesmos as diferentes nuances entre elas.

Trata-se de um bolo simples, para acompanhar um cafezinho de fim de tarde ou começar bem o dia com um café da manhã reforçado. É um bolo pesado, forte e basta apenas um pedaço para sentir o bucho cheio. Comida de “sustança”!

Não vai farinha nem fermento nessa massa. Portanto, é uma ótima opção para os que não podem ingerir glúten. Se for feito com margarina, também ficará isento de lactose, podendo ser ingerido por quem tem intolerância a leite e derivados. É impressionante a quantidade de pessoas adultas que estão se descobrindo com intolerâncias e alergias hoje em dia!

Ingredientes

1 xícara (chá) de margarina ou manteiga

2 xícaras (chá) de açúcar

3 ovos grandes (inteiros)

4 xícaras (chá) de massa puba peneirada

200ml de leite de coco

1 colher (café) rasa de sal

Retire os ovos, a margarina e a massa puba da geladeira algumas horas antes do preparo.

Pré-aqueça o forno médio-baixo.

Bata a margarina e o açúcar na batedeira até virar um creme leve e fofo. Acrescente os ovos, inteiros, e bata mais um pouco. Acrescente a massa puba e o sal, alternando com o leite de coco, numa velocidade mais baixa.

Unte e enfarinhe uma assadeira retangular média e leve ao forno pré-aquecido por uns 30 minutos, ou até que esteja corado. Faça o teste do palito.

Esse bolo não cresce, fica com aspecto escaldado. Portanto, é melhor usar uma assadeira baixa.

Eu sou suspeita para falar, pois me criei comendo esse bolinho, feito pelas mãos da habilidosa D. Augusta, mas fica realmente de.li.ci.o.so!!!!!

    Postado por Feito a Mão em culinária | Comentários (38)
    

    38 Comentários to “Comfort food: bolo de massa puba”

    1. Janayna disse:

      Claudinha, minha filha……………logo pela manhã !!!
      Massa puba é massa de mandioca, é?Aqui em Olinda, nunca ouvi falar nessa massa. Xero, Jana

      • Feito a Mão disse:

        Jana, é massa de mandioca. Isso mesmo. Mas não é a farinha de mandioca, né? Então é isso, tá explicado o mistério da Fabiana Batista. Vcs pernambucanos chamam de massa de mandioca. Ô coisinha arretada é essa nossa riqueza linguística, viu? Só perde pra riqueza da nossa culinária. rsrs

    2. oi claudinha…. que hummmmm
      eu sou do recife e tbm nunca ouvi falar nessa massa.
      aqui ela deve ter outro nome!
      beijoss

    3. Marlene disse:

      Hummm… parece divino, heim!
      Aqui no Feito à Mão a gente toma um banho de cultura, pois eu nunca ouvi falar em massa puba. Pelo menos no interior de SP acho que ng conhece essa massa, não com esse nome.
      Fiquei com vontade do bolo da D.Augusta, e agora?????

    4. Ana Cristina disse:

      Oi Claudinha, fiquei com água na boca, com certeza vou me aventurar, pois aki no Acre nós temos massa puba, inclusive tem pé de moleque feito com massa puba, não sei se fica parecido com seu bolo, depois que testar passo pra te contar.

      Bjus

    5. Claudinha, confesso que não gosto muito desse bolo não, kkk.. mas todo mundo aqui em casa AMA! Quase toda semana tem, kkk! Mas aqui a receita é diferente, leva farinha de trigo e leite também! Áh, e o formato dele fica de bolo normal! Vou fazer a receita da D. Augusta também!Rsrs!

      Beijinhos!

    6. Janayna disse:

      Claudinha, concordo com você, a cultura de cada região do nosso Brasil é linda. Quando estive em Cachoeira Paulista/SP em maio, paguei um mico na pousada falando de macaxeira e charque, rsrsrsrsrs, a dona da pousada sem entender nada, quando falei em carne seca e mandioca, aí nos entendemos. O Brasil é 10! bjs Jana

    7. Saninha disse:

      Oi Claudinha que coisa boa uma receita deliciosa, com muitos comentarios, uma viagem pelas muitas formas de se falar do mesmo alimento com nomes deferentes, quando comecei a le a receita vi logo que se tratava da nossa massa de mandioca, que segundo minha mãe tem que ser lavada 7 vezes para fica legal. Minha irmã faz um bolo Souza Leão que fica uma maravilha como não sou boa em bolos nunca fiz com massa de amndioca , mais quem sabe não me aventure a fazer essa receita é bem simplis. Um abraço aqui do interior de PE.

    8. Mariane disse:

      Ai que fomeee! Adorei, estou sentindo o gostinho daqui…rs

    9. Luciana disse:

      Oi Claudinha, aqui em Salvador, Bahia, chamamos massa pube de carimã, é realmente um bolo muito gostoso! Macaxeira, aipim, mandioca eta diversidade maravilhosa… Bjs, Lu

    10. Liliane disse:

      Boa noite Cláudia!!!Acabei de me surpreender!!!Já sigo seu blog há algum tempo, mas nunca li sobre vc. Amo suas dicas principalmente as de festas!!! Ao abrir meu email hj me deparei com “bolo de massa puba”!!! Pensei: ” como assim??? Ela não eh de SP???Onde achou massa puba no sudeste???” Corri pra ler sobre vc!!!Qual não foi minha surpresa!!! Alagoas!!!Sou carioca e moro aqui há 3 anos.!!!Amei saber q vc está pertinho!!! Até me animei de escrever pela primeira vez!!rs
      Grande abraço!!!

      • Feito a Mão disse:

        Oi, Liliane, pois é, eu moro aqui em Maceió. Se vc olhar direitinho, já mencionei isso em alguns posts, deve lhe ter passado despercebido. Também, são tantos, não é? Vc é uma carioca desgarrada? Tb mora em Maceió ou no interior?

    11. Liliane disse:

      Moro aqui em Maceió, precisamente em Jatiúca. Pois é…Eu comecei a acompanhar pouco antes da mudança e não li muitos posts anteriores. Lembro q li o da massa d leite ninho, q aliás fiquei com esse gostinho de infância pois tinha uma vizinha que todo aniversário ela fazia docinhos de leite ninho e era a maior briga por eles!!!
      deve ter passado batido mesmo!!!Sou desgarradíssima!!! Já moro fora do rio há quase 6 anos. Morei no interior de Minas e agora aqui. Mas me apaixonei por essa terra!!!Por mim não volto mais!!!Já posso até ter meu “green card” pois meu filho mais novo eh alagoano!!!rs
      Um abraço!!!Quem sabe a gente se esbarra!!!

    12. Claudinha, esse bolo tem mesmo cara de infância, embora eu nunca tenha ouvido falar de massa puba. Parece fofinho e delicioso! Meu bolo de infância era um pão-de-ló de laranja, feito pela minha bisavó. Hummm, era delicioso, mas acabava muito rápido, rsrsrsrs! Beijão!

    13. grace disse:

      Oi Cláudia, estou postando pela primeira vez aqui. Tbém conheci seu blog há pouco….nesse último fim de semana qdo procurava no google sorvete de tapioca, minha nova paixão! Aí lendo vários posts (suuper úteis) vi que vc “bloga” de Maceió, cidade para a qual me mudei há menos de 6 meses (paulista – mais uma desgarrada!) e estou gostando muito. Estou me aproximando da cultura local a começar pela culinária! Parabéns pelo blog, estou adorando!

    14. irene maximo disse:

      gostaria de saber qual o ponto da mandioca ficar boa . sei quer para puba a mandioca deixa de molho com agua mas naõ sei quantos dias este bolo e tudo de bom

    15. Patrícia disse:

      Oi Claudinha, eu estava aqui fuçando as receitas de bolos, pois estou precisando renovar, aqui em casa fazemos um bolo de flocão de milho que é uma maravilha, mas é sempre ele, então vim procurar outra pra testar e quando vi no índice bolo de puba corri e cliquei, adooooro… e achei muito engraçado os comentários sobre a puba, e mais engraçado ainda vc dizer que compra no supermercado, sou de Brasília e aqui nos encontramos a massa em feiras na barraquinha que vende farinha, polvilho, feijão, etc, acho que em todo lugar tem essas feirinhas, ou será que não???
      Bjo Claudinha

    16. Marta disse:

      Olá pessoal, alguém já encontrou esta massa aqui em SP? Se tiver alguém que saiba onde encontrar por aqui,por favor me ajudem a encontrar,pois adoro o cuscuz,bolo tudo desta massa. Agradeço desde já.

    17. Flavia disse:

      Acabei de pegar a receita do bolo de puba e já ta no forno parece que vai ficar bom, depois eu comento como ficou, eu amo esse bolo

    18. Alex Bispo disse:

      Sou do Rio, meu pai, sergipano, costumava fazer massa puba no sítio em Teresópolis. Numa banheira velha cheia d’água punha uns 10 kg de aipim e deixava fermentar uns 10 a 15 dias.
      Tirava da água e descascava mantendo ainda a forma do aipim, com “aquele”cheiro. As comidas que minha mãe fazia, removia o cheiro e só vinha coisa gostosa: mingau, pé de moleque e bolo.
      Fui a Aracaju e trouxe 1 kg de massa puba e seguindo a sua receita, está no forno.
      Vamos aguardar…

      • Feito a Mão disse:

        Oi, Alex. Vc fez o bolo? Vou postar outra versão dele, feita com a farinha seca ao sol, o bolo fica bem enxuto e fofo. Deixa só eu dar um tempinho, pois estou de dieta, sabe? E não posso exagerar fazendo um bolo por semana. Mas agora vendo seu comentário, me deu uma saudade desse bolo fofinho!!!!

        • Alex Bispo disse:

          Fiz, ou melhor, fizemos, Sonia e eu.
          Ficou muito gostoso, açúcar na conta certa.
          Quero tentar uma das versões que vi na internet, usando um pouco de farinha de trigo e as claras batidas em neve.
          Essa versão com a puba seca vai ser provada também, vou aguardar.
          Vou ver se consigo comprar a puba na Feira Nordestina aqui no Rio, em São Cristóvão.

    19. Waldete disse:

      sempre eu quis fazer, mas eu mesma da propria mandioca. Estou com a mandioca sei que tem que por de molho na água,e essa água tem que ser trocada todos os dias até apodrecer a mandioca, mas não sei mais o que fazer com esta mandioca. Ha eu queria aprender fazer bem caseira eu gosto de aprender beijos

    20. Waldete disse:

      o teu passo a passo é deis tudo de bom, já estou com a minha mandioca de molho e já está desmanchando acho que vou consegui, beijosssss no seu coração fica com DEUS que vc tenha cada vez + e + sabedoria e experiencia obrigada !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    21. nely disse:

      oie…fui pra pesqueira-pe visitar meu pai…e não resisti trouxe na mala 2kg de massa puba comprada na feira … aqui em campinas-sp nunca achei… procurava uma receita bacana..e a sua foi a que mais gostei…amo esse bolo…vou tentar …vlw bjimmm

    Coloque seu comentário

    Por favor, preencha os seus dados e comente abaixo.
    Nome
    Email
    Website
    Seu comentário